É no mínimo ridícula a posição da Câmara de Lages com relação à atuação do vereador Jair Júnior (PSD). O vereador está fazendo um excelente trabalho na Câmara, denunciando esquemas, privilégios e cumprindo com maestria com seu papel constitucional de fiscalizar a administração pública. 

Jair Júnior, juntamente com mais quatro vereadores, aprovaram relatório da CPI da Infelicidade (sumiço de materiais de decoração de Natal), na qual citam o nome de OITO pessoas como  responsáveis pelo ocorrido. Entre esses oito, está o nome de um secretário munnicipal, ex-vereador, inclusive, que não se conformou em ter sido apontado como negligente no assunto e que agora, por pura vingança,  quer a todo custo cassar o mandato de Jair Júnior (com o aval de  vários outros vereadores, desafetos dele, cujo trabalho não chega aos pés daquilo que Jair Júnior vem fazendo lá no Legislativo). 

E você, cidadão de Lages? Acha que Jair Júnior deve mesmo ser cassado por ter citado o nome do Marião no relatório  da CPI da Infelicidade? E, no caso de haver cassação, não deveriam ser cassados todos os membros de tal CPI, que junto com o Jair ouviram as testemunhas, produziram o relatório e o aprovaram? 

A Visão fez a enquete do mês sobre este assunto. Diga ali na margem direita (logo abaixo das propagandas) se Jair Júnior deve ou não ser cassado por este motivo. Você acha justo que ele seja cassado? Sim ou não?

Loreno Siega - Diretor de Redação