O tempo colaborou e mais de mil pessoas aceitaram o convite para participar de uma programação preparada especialmente para celebrar o Dia da Família na Escola no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Social da Indústria (sesi) em Lages. Essa foi uma ideia do Movimento Santa Catarina pela Educação adotada por todas as escolas do Estado e da Federação da Industria de Santa Catarina (Fiesc). Neste ano, as atividades foram realizadas no sábado, dia 7 de abril.

 

No Senai a movimentação foi bastante intensa. “Estamos muito contentes com a participação dos familiares. Tivemos um aumento considerável de público em relação ao ano passado. Eles vieram motivados pelos alunos, professores e funcionários que se empenharam em oferecer uma programação diversificada”, destaca o diretor  Telmo Coelho.  

Na instituição, as famílias puderam fazer parte de mini aulas, atividades em laboratórios, gincana, roda de chimarrão. Entre elas estava a técnica em Segurança do Trabalho Ana Ataíde. O filho, Vinicius Ataíde Pereira, de 14 anos, já fez o curso de Aprendizagem Industrial em Mecânico de Usinagem e é aluno de Desenhista Mecânico. “Ele está tenho noções de segurança no trabalho e ambiental com metade da idade que tinha quando escolhi minha profissão. Isso é ótimo. O Senai tem muito a oferecer. Por isso, faço questão de estar presente em cada momento da vida dele na escola”.

No laboratório de Química, Luiza Barbosa, de oito anos, aprendeu a fazer home spray. Ela foi ao Senai acompanhada dos pais e das irmãs, uma que delas estudante do ensino médio e outra ex-aluna e funcionária da instituição. “Gostei muito dessa experiência. É legal poder fazer esse tipo de coisa”, diz a menina.  Para a mãe, Michele Rosa Barbosa, é importante estar junto com os filhos e acompanhar seu desenvolvimento. “Minha filha foi perdendo a timidez com as atividades de sala e o convício com professores e colegas do Senai. E isso já vai a preparando para o mercado de trabalho no futuro”.

Brincadeiras ao ar livre

O campo de futebol do Sesi se tornou o espaço mais colorido e divertido do bairro Gethal.  Brincadeiras, contação de histórias e atividades com brinquedos infláveis tornaram a tarde de sábado de muitas famílias ainda divertida. E era exatamente essa a proposta. “Quisemos oferecer um espaço agradável onde os pais pudessem passar uma experiência prazerosa na escola em que seus filhos estudam”, diz a diretora Silvia de Pieri Oliveira.

Esse é o primeiro ano da Lívia Farias, de três anos, na instituição. Um das primeiras coisas que fizeram ao chegar ao evento foi construir juntos um boneco de farinha. “Poder interagir com outros pais, trocar experiências e participar das atividades em família é muito bom. Espero  ter  outras oportunidades como esta”, frisa a mãe Tuanne Farias.

A partir de agora, a avó da Manoela Cipriane, dona Roseli Iaschitzki, poderá oferecer a ela e os outros dois netos um suco diferente com beterraba, morango, leite e açúcar mascavo. Receita que provou e aprendeu no espaço da nutricionista do Sesi. “Além de ser muito saboroso, é saudável e nutritivo. Vou incluir na alimentação deles lá em casa”.

Nas escolas parceiras

O Movimento Santa Catarina pela Educação conta com a parceria da Escola de Educação Básica Belisário Ramos, em Lages, e Escola Básica Municipal Belisário José Luiz, em Capão Alto. Nessas unidades escolares o foco principal será a água. Em Lages, houve um passeio ciclístico e palestras sobre meio ambiente e a importância da água para a sobrevivência do planeta.  Em Capão Alto, um resgate da história do município e distribuição de mudas de árvores nativas.

Texto e fotos: Catarinas Comunicação