O prefeito de Lages, Antônio Ceron, acompanhado de seu vice, Juliano Polese, e dos Secretários Antônio Arruda (Fazenda), Clayton Bortoluzzi (Planejamento e Obras) e Agnelo Sandini Miranda (Progen) - além do líder do Governo na Câmara - vereador Gerson Omar Santos -  concederam uma entrevista coletiva hoje pela manhã na Prefeitura. 

De acordo com o responsável pela comunicação da Prefeitura, Pablo Gomes, a partir de agora é intenção da administração promover esse tipo de encontro quinzenalmente com a imprensa para que todos os assuntos sejam esclarecidos rotineiramente, além de aproximar ainda mais as questões da administração pública de Lages com os formadores de opinião. 

Dentre os vários assuntos destacados na coletiva, o que mais representou novidade foi o anúncio de que as obras de revitalização do Mercado Público já tem empresa vencedora da licitação, a Terra Engenharia, de Lages. E que nos próximos dias será assinada e entregue a Ordem de  Serviço para a referida obra, no valor de R$ 6,66 milhões. 

O prefeito anunciou também que na terça-feira da próxima semana, dia 24/04, às 11 horas, estará em Lages o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan. Ele fará um anúncio à imprensa e à comunidade de como será a 2ª loja da empresa em Lages, a ser construída ao lado do Lages Garden Shopping. O encontro vai acontecer nas dependências do Órion Parque Tecnológico. 

O prefeito Ceron também repassou informações de vários outros projetos, como: Revitalização do Centro de Lages (cuja licitação deverá ser lançada nos próximos dias); compra do terreno para a Berneck (os proprietários ingressaram com recurso no TJSC - que designará um avaliador técnico para levantar o preço das terras já que os proprietários não aceitaram e questionam o valor que a Prefeitura queria pagar, cerca de R$ 2,5 milhões - eles pedem mais de R$ 6 milhões pela área). 

Com relação ao Lages Business Park, o prefeito disse que a prefeitura ainda não bateu o martelo definitivamente. Apenas que chamou novamente os investidores para que se manifestem sobre a exigência de uma contrapartida (um depósito como caução pelo negócio). Ceron acredita que ainda vai se chegar a um acerto para o projeto vingar. 

Um dos assuntos mais espinhosos - que a imprensa cobrou muito - foi com relação à iluminação pública, que está bastante deficitária. Até o blogueiro Milton Barão, tradicional defensor da administração, disse no evento que a cidade está às  escuras em vários locais. E cobrou maior agilidade na definição da empresa vencedora de licitação para prestar esse tipo de serviços. A prefeitura informou que a demora nisso deve-se ao fato de que as empresas que participaram do certame (licitação) estão em briga judicial entre si. Mas que dentro das próximas semanas deverá ser conhecida a empresa que prestará o serviço. 

Falou-se também das obras da Av. Ponte Grande - que estão em andamento em duas frentes de serviço (pavimentação da rua até o Loteamento Ponte Grande e construção da  ponte até o referido loteamento), além das obras de sanemento básico. Clayton Bortoluzzi informou que agora a prefeitura prepara o edital para a pavimentação do primeiro trecho da pista da referida obra (de um dos lados - um trecho). 

Com relação à Área Azul de  Estacionamento Público - e a volta de funcionamento das lombadas eletrônicas - nenhuma novidade no curto prazo. Mas o processo para a licitação dos serviços estaria andando, sem prazo certo ainda para que essas providências nas duas questões sejam retomadas para a população.  

Texto e fotos: Loreno Siega - Revista Visão - e Toninho Vieira - PML