Na reunião da diretoria da Associação Empresarial de Lages que aconteceu nesta segunda feira, 16/04, o responsável pelas Relações Institucionais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável (SDS) e vice presidente da ACIL, Juliano Chiodelli, fez uma breve apresentação sobre o Dinamiza SC, um conjunto de ações voltadas ao desenvolvimento econômico, inovação e sustentabilidade.

Além de atuar no fortalecimento das relações com as entidades de classes e atender empresas que buscam Santa Catarina para investir ou empresas que querem ampliar, Chiodelli também participa de alguns projetos da SDS, como Juro Zero, SC Bem Mais Simples, Mais Crédito Microempresa, Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (PRODEC), Programa Catarinense de Energias Limpas, Investe SC e Centros de Inovação.

 O vice presidente da ACIL explicou que a atividade econômica em Santa Catarina registrou alta de 3,55% no ano de 2017, enquanto que, no mesmo período, o crescimento no país foi de apenas 0,75%. Outro dado importante apresentado por ele foi o índice de confiança do empresário, um indicador apontado pela Fiesc, que no mês de março alcançou 58,3 pontos, o maior desde novembro de 2012.

Um dos programas de maior adesão é o Juro Zero, que concede empréstimos de até R$ 3 mil para microempreendedor individual, dividido em até 8 parcelas, que se forem pagas em dia a última fica isenta. Já foram concedidos mais de R$ 205 milhões em 73 mil operações de crédito. Em Lages, o programa Juro Zero é operado pelo Banco da Família, que já concedeu mais R$ 5.344 milhões em crédito, em um total de 2.075 operações.

Outros programas destacados por Chiodelli foram o Mais Crédito Microempresa e o SC + Energia. O primeiro ainda está em tramitação no Governo do Estado e prevê empréstimos de R$ 3 mil a R$ 15 mil para pequenos negócios. Já o SC + Energia incentiva a produção de energias limpas, minimizando o impacto causado pela escassez de chuvas e pelo aumento do consumo da população.

Sheila Rosa - Assess. de Imprensa da ACIL