Foi uma luta árdua, demorada e que demandou inúmeras reuniões, viagens e providências. Ao todo, foram pelo menos cinco anos de demora. Uma iniciativa que envolveu muitas pessoas e instituições. Mas que teve na deputada federal Carmen Zanotto sua maior timoneira. Mas hoje Lages e a Serra Catarinense podem comemorar o início do serviço de atendimento cardiológico de alta complexidade pelo SUS no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. 

A formalização da conquista, publicada há poucas semanas no Diário Oficial da União depois de autorizada pelo Ministério da Saúde, aconteceu hoje pela manhã (23/04), no auditório da CDL de Lages, com a presença de dezenas de autoridades, lideranças, usuários e instituições. 

Além da deputada Carmen Zanotto, principal articuladora e batalhadora da causa, marcaram presença também o presidente da Bancada  Federal Catarinense, deputado federal Jorginho Melo, o Secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, deputado estadual Gabriel Ribeiro, Prefeito Antônio Ceron, presidente da Amures, Antônio Zilli (prefeito de Urubici), Secretário Regional de Lages, João Alberto Duarte, além de representantes do HNSP, HTR, Hospital Infantil, Gerência de Saúde da Amures, Consórcio de Saúde da Amures, Secretaria de Saúde de Lages e vários prefeitos. 

O serviço de cardiologia de alta complexidade no HNSP vai representar um grande avanço para a área da saúde de Lages e região. Com isso, pacientes cardiológicos que antes eram tratados apenas em Rio do Sul, deixarão de ser atendidos naquela cidade e poderão sofrer suas intervenções  aqui em Lages. "Rio do Sul não precisará mais cobrir os custos desses tratamentos por lá. E Lages terá R$ 3,425 milhões a mais do Ministério da Saúde para esse serviço apenas neste ano", explicou Carmen Zanotto. 

Dr. Djalma Faraco, cirurgião cardiológico, falou do que a providência representa para a região. Enfatizou a grande luta da deputada Carmen Zanotto e de outras lideranças para que o serviço fosse credenciado oficialmente junto ao Ministério da Saúde. Disse que do ponto de vista técnico Lages já tem condições de efetuar a maior parte das cirurgia cardiológicas. E que isso desafogará o sistema em Santa Catarina, além de facilitar a vida dos pacientes e de seus familiares. 

O deputado federal Jorginho Melo não poupou elogios à Carmen Zanotto. "Se Lages e região hoje celebram esse credenciamento, devem isso com certeza a essa deputada guerreira, abnegada e batalhadora pelas causas da região, especialmente na saúde. No dia 31 de dezembro do ano passado, enquanto a maioria das pessoas estava em férias na praia, lá estava a Carmen em Brasília lutando para destravar este e vários outros projetos importantes para a saúde de Santa Catarina", destacou. 

Texto e fotos: Loreno Siega - Revista Visão