A Feira do Terneiro e da Terneira de Campo Belo do Sul, realizada em paralelo com a Expofeira, neste último sábado, 28, no Parque Sobradinho surpreendeu, não só pelo faturamento de R$ 1 milhão e 12 mil, mas pelo fato de as fêmeas terem superado a média dos machos. Atingiu R$ 6,67 contra R$ 6,55. Além disso, alcançou na venda do lote 87, com 10 animais da raça angus, do produtor João Martins de Oliveira Primo, o total de R$ 1.870,00, o que determinou uma média de R$ 9,30, a maior alcançada nos arremates coordenados pela Camargo Agronegócios, em Santa Catarina. Um recorde. Todos os 790 animais colocados à venda foram comercializados.

O bom resultado final do leilão também, de certa forma, surpreendeu. É que logo no início, bons lotes de terneiros e de alto nível foram rejeitados pelos compradores. Foram quatro seguidos e que foram retirados da pista sem nenhum lance. No entanto, assim que foi leiloado o último lote dos machos, os mesmos quatro rejeitados voltaram à pista, e, curiosamente, foram vendidos com boa média. Conforme disse o prefeito Tadeu Martins, que é também produtor, o leilão de Campo Belo do Sul foi além do esperado. “A venda das fêmeas quase sempre supera a dos machos. Ficamos felizes por mais uma vez termos realizado um grande evento de negócios, tanto na Expofeira, quanto no leilão de animais”, completou.

Material colaborativo - Fotos: Paulo Chagas