Felizmente, há uma classe trabalhadora neste Brasil que não está parada em casa assistindo novela e batendo palmas para os desmandos de nossa classe política. 

Revoltados com os constantes aumentos no preço dos combustíveis - e com o aviltamento do preço dos fretes - os caminhoneiros do Brasil resolveram ir à luta. 

São quase três dias de piquetes, fechamento de rodovias e paralisações. E contam, é bom dizer, com grande apoio da população. Afinal, ninguém mais aguenta pagar tão caro pelos combustíveis - gasolina, óleo diesel, alcool e gás de cozinha. 

Resultado: em menos de três dias de paralisações nas estradas, já está começando a faltar uma série de produtos para abastecer as cidades. 

Em Lages, já não se tem mais gás nos botijões P-13 e P-20 (só alguma coisa nos botijões maiores - no P-45). E já começa a faltar leite e outros produtos nos supermercados. 

Será que com essa o Governo acorda e começa a ouvir o clamor do povo? Será que vão parar de cobrar só do povo pelos desmandos que fizeram e estão fazendo com as contas públicas?

Os caminhoneiros têm meu total e irrestrito apoio. Mesmo que falte comida, vou aplaudí-los e incentivá-los. Afinal, alguém precisava se levantar neste país para dar um basta a essas barbaridades!!!!

Loreno Siega - Revista Visão