A Associação Dos Municípios Da Região Serrana – AMURES informa à população da Serra Catarinense posicionamento de algumas prefeituras diante da greve dos caminheiros que afeta o sistema de transporte rodoviário e que impacta diretamente nos municípios.

Tal movimento entra no quarto dia consecutivo nesta quinta-feira (24), e causa desabastecimento de suprimentos indispensáveis, especialmente combustíveis. Em sendo assim a prefeitura de São Joaquim paralisou os serviços de obras e agricultura. Os serviços de saúde, somente casos de emergência (hemodiálise/Quimioterapia) e casos mais complexos serão atendidos.

Os municípios de Urupema e Rio Rufino não paralisam os serviços, por enquanto. O município de Palmeira paralisa somente o setor de obras. Cerro Negro paralisou o setor de obras e agricultura pois a reserva de combustível atende somente serviços de saúde e educação.

Bocaina do Sul paralisa os serviços da educação e saúde a partir desta sexta-feira (25). Só atende os casos de agendados e de urgência. O município de Anita Garibaldi paralisa por enquanto os serviços de obra e agricultura.

 

O município de Capão Alto paralisou o setor de obras e agricultura e Correia Pinto somente o Transporte Fora de Domicílio – TFD. O município de Bom retiro suspende as atividades da secretaria transportes e agricultura a partir de amanhã dia 25 e serão mantidos os serviços emergenciais na saúde e educação podendo também a partir de segunda dia 28/05 parar o transporte escolar.

Oneris Lopes - Assessoria de Imprensa da Amures