Depois de seis meses de negociações mediante processo judicial, com debate entre a Procuradoria Geral do Município (Progem) e a família Arruda Schroeder, sobre o valor do terreno onde será instalada a empresa Berneck, o documento de imissão de posse foi expedido pela juíza Karina Maliska Peiter, da Vara da Fazenda de Lages, em favor da prefeitura. A notícia foi divulgada oficialmente pelo prefeito Antonio Ceron durante coletiva de imprensa em seu gabinete, nesta segunda-feira (9 de julho).

Antes de receber a imprensa, o prefeito esteve reunido com os vereadores para solicitar agilidade na tramitação que deverá autorizar a doação do terreno à empresa. A expectativa é de que seja aprovada no plenário da Câmara de Vereadores na sessão desta terça-feira (10 de julho). “O projeto de instalação da Berneck já estava em andamento. Tive retorno dos empresários de que, assim que aprovado na Câmara, ainda nesta semana eles virão a Lages discutir o assunto para que comece os trabalhos o mais breve possível. Já comunicamos os proprietários sobre o decreto de utilidade pública para a desapropriação, pois os investidores têm pressa de se instalar”, garante o prefeito Ceron.

A posse do terreno foi embargada judicialmente, e o processo ganhou morosidade porque teve que passar por três juízes interinos. Também foram necessárias três avaliações feitas por peritos, pois os valores estavam sendo questionados. A família Arruda Schroeder, proprietária do terreno, havia pedido inicialmente aproximadamente R$ 6,7 milhões. A prefeitura chegou a depositar R$ 3,6 milhões em juízo. Depois da última avaliação judicial, a juíza Karina determinou que a prefeitura depositasse R$ 927 mil a mais, para que a posse fosse dada à prefeitura. Este ainda não é o valor definitivo, mas o terreno já poderá ser doado aos empresários para que concretizem a instalação da unidade.

Terceira maior empresa em Lages  

A exemplo da unidade em funcionamento no município de Curitibanos, em Lages serão cerca de 800 milhões em investimentos, além da estimativa de 550 empregos diretos nos primeiros meses. Segundo o Secretário Municipal de Administração e Fazenda, Antonio Cesar Arruda, a Berneck fazendo um comparativo com a unidade de Curitibanos, vai trazer muitos benefícios para a economia do Município, pois lá se obteve cerca de R$ 650 mil por mês de retorno de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), com a circulação de aproximadamente R$ 50 milhões em mercadorias, além de gerar empregos na cidade. “A Berneck será a terceira maior empresa arrecadadora de impostos em Lages, perdendo apenas para a Ambev e Klabin”, diz Arruda.

Novas obras em andamento

Entre os assuntos abordados durante a coletiva, o setor de Obras e da Saúde da prefeitura está com boas novas. Em breve a ordem de serviço para a execução do asfaltamento de parte da rua Coronel Córdova será assinada. Será investido cerca de R$ 600 mil, através de emenda da deputada federal Carmen Zanotto, sendo que R$ 300 mil já estão em caixa. Na rua Guaramirim, no bairro Habitação, também será resolvido o problema de alagamentos, com investimento de R$ 100 mil com recursos próprios. Outros R$ 100 mil estão sendo investidos na construção de uma ponte de concreto na rua Valério Antunes, no bairro Santa Helena.

Aproximadamente 100 ruas, mais precisamente onde passam as linhas do transporte coletivo, serão asfaltadas contemplando diversos bairros. Uma empresa de Indaial venceu a licitação para elaborar os projetos e já está trabalhando nesta questão.

Na área da Saúde, a obra da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Gethal será retomada, com investimento de R$ 340 mil, com recursos do Ministério da Saúde. Nos bairros Vila Nova e Caça e Tiro, a construção da unidade será unificada, atendendo as duas comunidades.

Fotos: Toninho Vieira - Texto: Ascom/PML