Uma boa e uma péssima notícia. A boa é que depois de muitos anos de lutas, reuniões, pedidos e encaminhamentos o curso de Medicina na UFSC de Curitibanos está autorizado e pronto para receber os primeiros alunos. 

A notícia ruim é que o curso não poderá começar sem professores. E não há médicos dispostos a irem residir na cidade para trabalhar na UFSC local e serem os professores do curso. Com muito esforço, alguns médicos professores já foram contratados. Mas faltam outros. 

Por isso, há vagas em aberto para várias especialidades médicas (ver acima). É uma boa oportunidade para médicos (quem sabe alguns professores do curso de Medicina da Uniplac possam ir lá se inscrever já que as duas cidades ficam bastante próximas). 

Um curso de Medicina numa Universidade Federal, aqui  bem pertinho, é ótimo para todos. Afinal, quem não pode pagar R$ 5 ou até R$ 7 mil por mês pelas mensalidades numa Faculdade particular, tem a chance de tentar vaga na Federal, que dispõe de vagas inclusive por cotas raciais e para quem tem boas notas no Enem. 

Loreno Siega - Revista Visão