Com participação de mais de 300 pessoas entre prefeitos, vereadores, secretários municipais, servidores das áreas de contabilidade, controle interno, gestão de pessoas e dentre outras áreas de licitações, iniciou na manhã desta quarta-feira (25) no bloco do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da Uniplac, o XVIII Ciclo de Estudos de Controle Público da Administração Municipal do Tribunal de Contas de Santa Catarina.

O Conselheiro substituto Gérson dos Santos Cicca, prefeito Antônio Ceron, vice-prefeito Juliano Polese e o prefeito de Zortéia Alcides Mantovani recepcionaram os participantes do evento e passaram nas salas onde acontece as orientações. Além dos 18 municípios da Amures, o evento conta com participação de representantes dos municípios da região do Contestado – Amurc e do Planalto Sul Catarinense – Amplasc.

A secretária executiva da Amures Iraci de Souza mobilizou a equipe da entidade para dar suporte necessário aos técnicos do Tribunal de Contas para desenvolver a programação. Em três oficinas nas áreas de Contabilidade e Controle Interno; Atos de Pessoal e Licitações e Contratos, os auditores fiscais repassam uma série de informações e alertas aos técnicos de gestão pública.

O prefeito Antônio Ceron representou o presidente da Amures prefeito de Urubici Antônio Zili e destacou a importância das oficinas técnicas do TCE para ajudar os municípios. E frisou que não existe mais o “jeitinho” para acomodar aliados em cargos públicos. Ele reiterou que não existe mais como praticar atos fora da lei ou que prejudiquem a sociedade.

 

Segundo estimativa do Tribunal de Contas, a expectativa é de capacitar cerca de 4 mil pessoas até 31 de julho, em 11 etapas regionais que acontecerão do Ciclo de Estudos.

Oneris Lopes - Assess. de Imprensa da Amures