Nos últimos anos a ACIL Jovem tem participado ativamente de projetos e ações focadas no desenvolvimento do município e perceberam que, para que um plano de desenvolvimento ocorra de fato, é necessário o comprometimento de entidades e da comunidade em geral. Buscando esse comprometimento os jovens empresários realizaram no último dia 31 o Fórum de Desenvolvimento Econômico. O resultado desse evento foi apresentado à diretoria da Associação Empresarial de Lages (ACIL), no dia 13/08, pelo coordenador do núcleo, Thiago Mazuhy Andrade, e pelo coordenador do Fórum, Augusto Fornari.

Durante o Fórum de Desenvolvimento Econômico foi formatado o Pacto pelo Desenvolvimento Econômico Municipal, um documento onde constam as diretrizes para transformar em ações práticas, as ideias e tópicos relacionados ao desenvolvimento de Lages debatidos no evento. Fornari explicou que o documento foi assinado por entidades, empresários e pessoas da comunidade, que participaram do Fórum e se comprometeram a unir esforços em prol do desenvolvimento econômico.

As diretrizes do Pacto pelo Desenvolvimento Econômico Municipal que irão nortear os próximos passos em busca do tão sonhado desenvolvimento econômico de Lages são:

1.       Estabelecer reuniões periódicas;

2.       Definir critérios e estabelecer as entidades pactuadas;

3.       Desenvolver de forma participativa planos de ação e atividades, unindo esforços pelo desenvolvimento de Lages/SC;

4.       Estimular a interação entre setores diversos da economia;

5.       Apoiar ideias inovadoras e incentivar jovens para o desenvolvimento;

6.       Incentivar o desenvolvimento das empresas da região;

7.       Revisar planos de desenvolvimento anteriores e apoiar as ações necessárias;

8.       Manter-se apartidários;

9.       Apoiar as ações de desenvolvimento como PEDEM, DEL e quaisquer movimentos sérios endossados pela sociedade civil organizada;

10.   Direcionar o desenvolvimento econômico sob a ótica do desenvolvimento sustentável;

11.   Buscar ações de planejamento com visão global e ação local;

12.   Manter o ciclo de PDCA constante;

13.   Estimular o debate em fóruns e eventos de promoção do desenvolvimento;

14.   Agir com ética, transparência e pautado no bem estar comum;

15.   Assumir o protagonismo do desenvolvimento municipal, fundamentado na parceria público privado;

16.   Enfoque com persistência na garantia de Cultura e Educação, Cidade Sustentável Inteligente, inovação e Cidadania.

Para o coordenador do núcleo, o evento atingiu o objetivo proposto. “A ideia era reunir lideranças para discutir e contribuir com o desenvolvimento econômico municipal. Agora precisamos do comprometimento e participação dessas lideranças para revisar os planos anteriores e colocar em prática as ações necessárias”, declarou ele.

Sheila Rosa - Gerente de Comunicação da ACIL