O prefeito de Agronômica Cesar Luiz Cunha presidente da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí – Amavi, o ex-prefeito de Rio do Oeste Odenir Felizari e o secretário executivo daquela associação de municípios Paulo Roberto Tschumi, visitaram a Amures nesta quinta-feira (23), com o objetivo de conhecer a metodologia que o Consórcio de Meio Ambiente – Cisama, usou na implantação do programa de agroindústrias familiares.

Pela manhã o encontro aconteceu no auditório da Amures e a tarde, os visitantes foram à campo conhecer uma queijaria e a unidade de processamento de frango caipira, em São José do Cerrito. “Este modelo de inspeção sanitária nas agroindústrias assistidas pelo Cisama já está consolidado e não queremos cometer erros na implantação de um sistema semelhante. Por isso viermos conhecer essas experiências exitosas”, disse Cesar Cunha.

Acompanhado da secretária executiva da Amures Iraci de Souza, o diretor executivo do Cisama Selênio Sartori e a médica veterinária Andressa Barbosa explicaram como foi a concepção do Programa de Atenção à Sanidade dos Produtos de Origem Agropecuária, sua estruturação e a economia que proporciona aos municípios.

O presidente da Amavi antecipou que na região do Alto Vale são 28 municípios e o programa de inspeção poderá ser implantado por adesão. “Achávamos inicialmente que o programa só funcionaria com adesão de todos, mas já soubemos aqui, que pode com parte dos municípios e os demais, podem engajar depois ao programa”, disse.

A implantação de um programa de fomento à agroindústria familiar é uma das metas do prefeito Cesar Cunha à frente da Amavi. O assunto vem sendo amplamente discutido nas reuniões daquela associação de municípios. 

Oneris Lopes - Assess. de Imprensa da Amures