A Flex Gestão de Relacionamentos, empresa listada no Bovespa Mais e controladora do grupo Flex, mais que triplicou suas receitas em meio à crise econômica brasileira. Entre o final de 2014 e 2017, o faturamento da companhia cresceu 194,24%, de R$ 186,154 milhões para R$ 547,741 milhões.

 

O desempenho fez a companhia alçar a 24ª colocação no ranking da edição 2018 da pesquisa “As PMEs que Mais Crescem no Brasil: o ranking das emergentes e as lições para tempos desafiadores”, elaborado pela Deloitte para a revista Exame. Além do crescimento orgânico, com a conquista de novos clientes, e a aquisição de empresas, o desempenho está relacionado ao investimento em tecnologia e inovação. Nos últimos quatro anos, a controladora do grupo registrou um crescimento anual (CAGR) de 30,8%.

“A Companhia intensificou a utilização de tecnologias mais complexas em suas operações como Big Data & Analitycs, Bots, Machine Learning, Agentes Virtuais, URAS cognitivas (Unidade de Resposta Audível), ampliando a fronteira do conhecimento e facilitando o processo decisório da equipe, sem deixar de preservar o atendimento humanizado”, conta o presidente da empresa, Topázio Silveira Neto. Em 2017, o volume investido atingiu R$ 29 milhões.

No ano passado, a empresa consolidou a inclusão de canais digitais em grande parte das suas operações, alavancou negócios na frente de automação, robôs e outras ferramentas. “Com a gestão de uma carteira bastante diversificada de operações voltadas a vendas, SAC e back office, e tendo diferentes tecnologias nas nossas plataformas, atingimos uma maturidade que permitiu que as integrações de CRMs próprios fossem implantados, o que agregou informações operacionais e de negócios para orientar a tomada de decisões”, explica Silveira Neto.

 

O uso mais intensivo de tecnologia vem qualificando cada vez mais os empregos gerados na Flex. “Este é o momento de buscarmos nossa capacitação, qualificação e crescimento. Com isso, estaremos mais perto de nos tornarmos a empresa e os profissionais do futuro”, ressalta Silveira Neto.

Ana Borges - Compliance Comunicação