Já na recepção percebia-se que se estava em um evento científico. A faixa de boas-vindas aos 80 participantes, entre médicos, pediatras, alunos, enfermeiros, farmacêuticos e técnicos, ligava a recepção a área de divulgação dos 18 trabalhos científicos que foram apresentados. Este era o cenário do 4º Simpósio de Especialidades Pediátricas. Evento realizado pela Residência Médica em Pediatria do Hospital Infantil Seara do Bem com apoio da Uniplac. 

A abertura do Simpósio foi realizada pelo Supervisor da Residência Dr Tulio Rogério de Jesus que frisou a importância da atualização constante e estudos dedicados a área pediátrica. A solenidade contou com a apresentação do Projeto Samba Raiz e com a presença da Deputada Federal Carmen Zanotto e do Reitor da Uniplac Kaio Amarante. “É motivo de orgulho para a Uniplac apoiar um evento que visa desenvolver ainda mais a área da saúde na Serra Catarinense. Nossas portas estão sempre abertas para estreitarmos cada vez mais esses laços”, afirmou o Reitor em seu discurso.

A primeira Palestra foi realizada pelo oftalmologista Luiz Alberto Zago Filho que falou sobre: “Oftalmologia neonatal e da primeira infância”, relatando sobre as doenças mais frequentes e as medidas as serem adotadas. Dr Zago, também apresentou o seu artigo Diagnostic and Therapeutic Challenges, destaque internacional pela Ophthalmic Communications Society, Inc.

“O pediatra e o adolescente: uma interação contemporânea” foi o tema da segunda palestra, ministrada pela Hebiatra Dra Tânia Maria Sbeghen de Oliveira. A médica relatou a importância do envolvimento de um responsável na orientação e direcionamento do adolescente, já que este está na fase ainda do desenvolvimento do lobo frontal, onde são controlados o raciocínio, a tomada de decisões e o comportamento emocional.

O Simpósio seguiu falando sobre “Prevenção da Transmissão Cruzada de Microorganismos e o uso de antibióticos em Pediatria e Neonatologia” com a Profa Dra Roseli Calil, Consultora do Ministério da Saúde em Neonatologia para a Coordenação da Saúde da Criança e Aleitamento Materno/MS. A profissional, Médica Neonatologia da Dívisão de Neonatologia do CAISM/ Unicamp, Dra em Pediatria pela FCM / Unicamp, Gerente de Risco e Coordenador do Núcleo de Segurança do Paciente CAISM/Unicamp, falou sobre as medidas de prevenção nas unidades de atendimento em um hospital (UTI  e enfermarias).                            

Nefrologia Pediátrica

Encerrando o ciclo de palestras, o evento recebeu Dra Nilzete Liberato Bresolin, Presidente do Departamento de Nefrologia do Departamento de Nefrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria e Professora Assistente de Nefrologia Pediátrica da UFSC e Council da Sociedade Internacional de Nefrologia Pediátrica, falando sobre o “Diagnóstico e Tratamento do Dano Renal Agudo”. A médica explanou sobre a importância do diagnóstico e tratamento rápido para a melhora do paciente, pois o dano renal agudo é uma situação a qual pode levar a consequências irreversíveis. Vale ressaltar que Dra Nilzete é uma das organizadoras do livro: “Hospital Infantil Joana de Gusmão: Pediatria orientação diagnóstica e terapêutica”, que será lançado no 16º Congresso Catarinense de Pediatria nos dias 28 e 29 de setembro de 2018 em Blumenau.

O 4º Simpósio teve seu encerramento com alguns instantes especiais. Entre eles a entrega das menções honrosos a dois trabalhos premiados: “Indicadores de sífilis gestacional e congênita na serra catarinense e no município de Lages”, realizado pelos acadêmicos do curso de Medicina da Uniplac João, Louisse e Maurício e orientado pela Médica Profª Dr Tania Sbeghen. O outro trabalho foi “Retinopatia da prematuridade associada a hemorragia vítrea tratada com bevacizumabe: relato de caso”, dos autores: Dr Luiz Alberto Zago Filho; e dos alunos da Uniplac do Curso de Medicina, Bruna Brignoli Bernardino e Matheus Silva Melo.

Texto: Débora Bombílio/Assessoria Uniplac

Fotos: Fernanda Zanella (Abertura) e Equipe Simpósio (evento)