O domingo (9 de setembro) foi muito movimentado na pista de automobilismo das Pedras Brancas, em Lages, por conta da realização da 2ª Arrancada de Carros da Serra. Participaram das provas cerca de 40 pilotos de carros e 20 de motos. As arrancadas, competitivas iniciaram às 9 horas da manhã e só terminaram no começo da noite de domingo.

A maioria dos competidores eram de Lages, além de pilotos vindos de Araranguá e Otacílio Costa, dentre outros municípios da Serra. Aos competidores, os organizadores do evento entregaram troféus. “Este evento é importante por movimentar o setor de autopeças, a rede hoteleira, bares e restaurantes, além dos postos de combustíveis. A Arrancada de Carros cria uma cultura positiva, levando os jovens a preparar seus carros para competições realizadas com toda a segurança, em uma pista de automobilismo”, falou Henrique Belling, um dos organizadores da 2ª Arrancada de Carros.

“Trabalhamos com a ideia de trazer para Lages, em breve, etapa da Copa Santa Catarina de Automóveis e isso é possível, sim, conforme tratativas já iniciadas com a Federação de Automobilismo de Santa Catarina (Fauesc)”, destaca Belling.

Já o presidente da Fauesc, João Alfredo de Novaes (Joãozinho), confirmou que a realização de uma etapa da Copa SC, na Pista das Pedras Brancas, é um projeto que está bem adiantado e que tem possibilidade de ser concretizado em 2019. “A Pista das Pedras Brancas reúne todas as condições técnicas e competitivas, destacando-se o quesito segurança para o público”, destaca Joãozinho.“Esta etapa reunirá, basicamente, pilotos de Mafra, Lages e Papanduva”, disse o dirigente da Fauesc.

Segundo Joãozinho, o ideal é que a pista seja asfaltada, pois em pistas desta natureza as competições não dependem do “tempo bom” para serem realizadas. “Ocorre que em pistas de terra, quando chove as provas muitas vezes precisam ser adiadas e isso causa transtornos para todos (dirigentes, competidores e para o público também)”, fala.

Joãozinho disse também que Santa Catarina desponta como o maior Estado do Brasil em velocidade na terra, sendo um dos primeiros no automobilismo (em todas as modalidades).

O evento teve o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (diretoria de Turismo).

Provas

No domingo, as provas foram disputadas nas categorias 8,5 segundos e de 9 a 13 segundos, percorrendo-se pista de 201 metros de distância. A marcação do tempo foi feita pelo sistema de fotocélulas.

O piloto de Araranguá, ÉrickDarós, competiu na 8,5 segundos com um carro “1.600 preparado”. Ele já havia competido na 1ª Arrancada e disse que voltou a Lages porque gostou da organização do evento. “Correr aqui na Pista das Pedras Brancas é sempre uma grande aventura. Em Araranguá também participo deste tipo de competição”, disse o piloto.

 

Fotos: Iran Rosa de Moraes e Ary Barbosa