Se estamos terminando o terceiro ano consecutivo de aperto financeiro e crise econômica generalizada em diversos segmentos - com mais de 13 milhões de pessoas desempregadas no Brasil (422 mil só em Santa Catarina)  e 37 milhões vivendo na informalidade (sem qualquer segurança e direito trabalhista), em Lages, pelo menos, começam a pipocar notícias boas. 

Senão, vejamos:

1) Indústria Berneck deverá começar a se  instalar na cidade dentro dos próximos meses (terreno já foi doado e o Governo do Estado ficou de acelerar as licenças). Serão R$ 800 milhões em investimentos, gerando 550 novos empregos diretos;

2) Fort Atacadista também deverá começar em  breve sua instalação na cidade, gerando 250 novos empregos diretos (investimento superior a R$ 30 milhões);

3) Lojas Havan já está construindo sua segunda unidade em Lages, ao lado da BR-282, próximo ao Lages Garden Shopping. Serão mais R$ 30 milhões em investimentos, gerando 200 novos empregos. 

4) Recentemente foram inauguradas as novas instalações do Sest/Senat na cidade (também em frente ao Lages Garden Shopping). Foram em torno de R$ 20 milhões em investimentos, incluindo a compra de equipamentos. A unidade vai gerar pelo menos 50 empregos diretos e grandes benefícios para os profissionais da estrada (motoristas e seus familiares);

5) A Flex Relacionamentos Inteligentes (do Sr. Topázio Silveira Neto - da Flex Contact Center), que  já tem duas unidades e  gera 2.500 empregos diretos em Lages, anunciou uma terceira unidade, desta vez mais voltada à tecnologia e inovação, que  será instalada dentro do  Centro de  Inovação do Órion Parque Tecnológico;

6) O Lages Garden Shopping negocia a vinda de um grande supermercado, que vai se instalar no local (parece que é o pessoal do Carrefour, que inclusive estiveram em Lages nesta semana);

7) Até janeiro de 2019 (prometeram isso) deverá ser inaugurada a nova ala do HTR, com investimentos de mais de R$ 100 milhões (Governo do Estado), que deverá gerar de 600 a 900 novos empregos de alto nível;

8) Na esfera pública, finalmente, estão em andamento as obras de revitalização do Mercado Público;

9) E logo devem começar também as obras de revitalização completa do centro da cidade;

10) E para o próximo ano, finalmente, a expectativa é que deslanchem também as obras de pavimentação da Avenida Ponte Grande;

11) Dentro de alguns dias, começa a operar o novo sistema de  tratamento de esgotos do Complexo Araucária - Mais de R$ 24 milhões em investimentos (Governo Federal);

MAS....

Infelizmente, a única coisa que parece não andar e continuar SEMPRE EM COMPASSO DE ESPERA é o nosso Aeroporto Regional de Correia  Pinto? Quando mesmo a Infraero colocará aquela estrutura para receber vôos regulares  por instrumentos?  Quem poderia cobrar isso? Colombo, cadê você? Pinho Moreira, onde vc está? 

Loreno Siega - Revista Visão