“Foi assustador. Toda sorte não estar acontecendo atividade coletiva de esportes naquele momento. Sábado participei da inauguração do ginásio com cerca de 500 pessoas dentro e na segunda-feira, o temporal nos causou este prejuízo”. O relato é do prefeito de Campo Belo do Sul, José Tadeu Martins de Oliveira que estima prejuízo que pode atingir R$ 1 milhão.

Diversas residências, empresas e prédios públicos como escolas foram atingidas pelo vendaval acompanhado de chuva, ocorrido por volta das 14h30min. O ginásio de esportes Max Gol Arena, com campo sintético de propriedade do professor de educação física e ex-vereador Max Branco de Moraes foi a estrutura mais impactada pelo temporal.

“Cerca de 50% da cobertura desabou ou foi arrancada. Para se ter ideia da força do vento, até o pé direito que sustenta a estrutura da cobertura foi arrancado. Deu efeito dominó a destruição”, relata Max Branco. Ele estava com a equipe de limpeza no ginásio, no momento do temporal preparando o local para evento à noite. Eles só não se feriram, porque se abrigaram no vestiário.

De acordo com o prefeito, outras duas residências tiveram prejuízos mais significativos com destelhamento e ao menos outras 30 tiveram danos diversos parciais. Algumas empresas e escolas públicas também sofreram ação do temporal e os prejuízos estão sendo apurados pela Defesa Civil de Campo Belo do Sul.

 

A prefeitura está prestando assistência com lonas e telhas às famílias atingidas pelo temporal e segundo o prefeito já foi feito contato com a Defesa Civil Estadual para tentar algum tipo de apoio para restabelecer a normalidade. Até final desta semana, o levantamento dos danos causados pelo temporal deve estar concluído.

Texto e fotos: Oneris Lopes - Assess. de Imprensa da Amures