A grande decepção (e zebra) das eleições para o Senado de SC foi Raimundo Colombo (PSD). Nas pesquisas da última sexta-feira (mais uma vez o Ibope errando feio em SC) ele aparecia com 30% dos votos, apenas 1% atrás de Esperidião Amin (PP), que tinha 31%. Pois com as urnas abertas, o resultado mais uma vez foi surpreendente. 

Os eleitos foram Esperidião Amin (PP), que fez 18,77% dos votos válidos. E Jorginho Melo (do PR, que aparecia em 4% nas pesquisas da sexta-feira), ficou com a segunda vaga, com pouco mais de 40 mil votos a menos do que Amin. 

Já Raimundo Colombo, que aparecia para ocupar a segunda vaga, acabou ficando em 4% lugar. Ele perdeu a 3ª posição para Lucas Esmeraldino, do PSL, que por apenas 18 mil votos não se elegeu. 

Veja a votação para o Senado em SC:

1º) Esperidião Amin (PP) - 18,77% dos votos válidos - 1.226.064 votos 

2º) Jorginho Mello (PR) - 18,07% dos votos válidos - 1.179.757 votos 

3º) Lucas Esmeraldino (PSL) - 17,79% dos votos válidos - 1.161.662 votos 

4º) Raimundo Colombo (PSD) - 15,30% dos votos válidos - 999.043 votos 

5º) Paulo Bauer (PSDB) - 12,28% dos votos válidos - 802.137 votos 

6º) Ideli Salvati (PT) - 5,15% dos votos válidos - 336.449 votos 

7º) Lédio Rosa (PT) 5,01% dos votos válidos - 327.226 votos 

8º) Roberto Salum (PMN) - 3,78% dos votos válidos - 246.686 votos 

Os demais candidatos tiveram votações inexpressivas. 

Fonte: TRE/SC 

4