Já no Senado Federal, o MDB continuará sendo  o maior partido com representação a partir de 01 de janeiro de 2019. O partido tem atualmente 19 senadores. E terá 11 na próxima legislatura. Já o PT, que atualmente tinha 13 vagas no Senado, terá apenas 6 a partir de 2019 (elegeu 4 nas eleições deste ano). Nestas eleições, foram eleitos dois novos senadores por Estado, totalizando 54 novos eleitos. Em 2022, a  renovação será de apenas 27 (1 por estado). O  mandato de um senador é de 8 anos. 

As eleições para o Senado trouxeram algumas surpresas (mais uma vez o Ibope errando feio nas pesquisas). Exemplos: Dilma Roussef (PT de MG) e Eduardo Suplicy (PT de São Paulo), que apareciam em 1º nas pesquisas, com eleições garantidas por todos os institutos de pesquias, abertas as urnas não conseguiram se eleger. Também não se reelegeu o atual senador Lindberg Farias (PT do RJ), assim como Eunício Oliveira (atual presidente do Senado), Roméro Jucá e Roberto Requião (ambos do MDB), bem como Beto Richa (PSDB do PR - ex-governador), assim como o nosso Raimundo Colombo (ex-governador de SC). 

Veja quantos senadores foram eleitos por partido nestas eleições:

1) MDB - Elegeu 7 novos senadores - Tinha  19 e ficará com 11 a partir de 2019

2) PP - Elegeu 5 novos senadores - Tinha 5 e ficará com 6 na próxima legislatura. 

3) REDE - Elegeu 5 novos senadores - Partido não existia em 2014 (por isso não tinha nenhum senador)

4) DEM - Elegeu 4 senadores - Tinha 5 e ficará com 7 

5)  PT - Elegeu 4 senadores - Tinha 13 e ficará com apenas 6 (perdeu 7 vagas) 

6) PSD - Elegeu 4 senadores - Tinha 3 e ficará com 7 

7) PSDB - Elegeu 4 senadores - Tinha 10 e ficará com 8 

8) PSL - Elegeu 4 senadores - Não tinha nenhum em 2014 

9) PODEMOS - Elegeu 5 senadores - O partido não existia em 2014 

FONTE: www.oglobo.com.br 

Fonte: