Para quem anda divulgando erroneamente que Jair Bolsonaro (PSL)  obteve neste domingo (28/10)  a maior votação da história para Presidente da República, aqui vão alguns dados que comprovam que isso não procede. 

Outra constatação: O PT, que alguns dizem que é um partido que "foi varrido" ou que "está morto" esteve sempre em primeiro ou segundo lugar das eleições presidenciais  desde a redemocratização do Brasil, nas eleições diretas para Presidente de 1989. Naquele ano, Collor de Mello, do então PRN, foi eleito Presidente no 2º turno. E Lula, do PT, ficou um pouco atrás. São quase 30 anos, portanto, que o PT sempre esteve disputando as eleições. E quando não ficou em 1º lugar (4 vezes seguidas, em 2002, 2006, 2010 e 2014), ficou sempre em 2º lugar. 

Além disso, se quiserem analisar o desempenho do partido nestas eleições (2018), o PT elegeu a maior bancada federal entre todos os partidos da Câmara, com 56 deputados eleitos (o PSL, de Bolsonaro, elegeu 52). O PT elegeu nestas eleições o maior número de governadores (Bahia,  Ceará e Piauí, todos no 1º turno, além do Rio Grande do Norte (senadora Fernanda Bezzerra, única mulher eleita governadora, agora no 2º turno). O PT tem também mais de uma centena de deputados estaduais eleitos nas 27 Assembléias Legislativas, tem mais de 600 prefeitos, seis senadores e mais de 1,8 mil  vereadores. 

Portanto, "morto" ou "varrido do mapa" foram  o MDB, o PSDB, o PSD e tantos outros partidos. Mas jamais o PT. 

Vejam os percentuais de votos de todos os candidatos a Presidente do Brasil desde 1989, quando Fernando Collor de Mello (PRN)  elegeu-se Presidente e dois anos depois sofreu o impeachment:

1989

Fernando Collor - PRN -    53% dos votos válidos no segundo turno - 1º Presidente em eleições diretas após a redemocratização. 

Lula - PT -                       47% dos votos válidos 

 

1994

FHC - PSDB            54,28% - Eleito Presidente no 1º turno

Lula - PT                27%

 

1998

FHC - PSDB            53,06% - Reeleito Presidente no 1º turno 

Lula - PT                31,7%

Ciro - PDT              10,9%

 

2002

Lula - PT                  61,27% - eleito Presidente no 2º turno 

Serra - PSDB           38,73%

 

2006

Lula - PT                 60,83% - Reeleito Presidente no 2º turno com mais de 58 milhões de votos. 

Alckmin  - PSDB      39,17%

 

2010

Dilma - PT               56,05% - Eleita no 2º turno a 1ª Mulher Presidente do Brasil 

Serra - PSDB           43,95%

 

2014

Dilma - PT              51,64% - Reeleita Presidente do Brasil - Com diferença de apenas 3,5 milhões de votos. 

Aécio - PSDB          48,36

 

2018

Bolsonaro - PSL     55,10% - Eleito Presidente do Brasil no 2º turno 

Haddad - PT          44,90%

 

Fonte: TSE.gov.br