Colega jornalista Olivete Salmória lembrou hoje no seu blog das famigeradas passarelas da BR-282 na travessia urbana de Lages. Até o presente momento (e olha que faz tempo) só foi instalada uma das cinco prometidas passarelas, lá no distrito de  Índios (local em que menos precisava). Outra destas passarelas deveria ser instalada no bairro da Bates (na altura da antiga Klabin), mais uma no bairro Gethal, outra no bairro Frei Rogério e a última na altura do bairro São Francisco/São Paulo (um pouco à frente da GTS do Brasil). 

O dinheiro para a implantação destas passarelas (no valor de R$ 5,7 milhões) foi viabilizado através de uma emenda da deputada federal Carmen Zanotto. Houve licitação, a empresa Zanco venceu o  certame, havia prazos para cumprir e até agora só uma passarela foi implantada. Até quando devemos esperar?

Câmeras de Videomonitoramento 

Outra promessa, desta vez envolvendo o Governo do Estado, diz relação às novas câmeras de videomonitoramento. Há mais de dois anos, foram prometidas 50 novas destas câmeras para vigilância 24 horas em 32  locais estratégicos da cidade para garantir maior segurança dos cidadãos. Foi dito inclusive que a Central de Monitoramento destas novas câmeras ficaria na antiga estrutura onde deveria funcionar um posto de informações turísticas, ao lado do viaduto do Batalhão Ferroviário (BR-282 com Av. Duque de Caxias, local que está abandonado e sendo destruído por vândalos). 

Os postes onde deveriam ser instaladas essas câmeras já foram implantados (e faz tempo - foto acima). E a manutenção dessas estruturas ficaria a partir do final de um ano de funcionamento ficaria por conta da Prefeitura. Mas câmeras, que é bom, até agora nada!!!! Quando serão instaladas? A CDL e a ACIL, entre outras entidades que integram o Fórum das Entidades Empresarias da cidade, bem que poderiam cobrar esse providência com maior veemência. 

Loreno Siega - Revista Visão