O último leilão de gado geral do ano, promovido pelo Sindicato Rural de Lages, neste sábado (24), no Parque Conta Dinheiro, alcançou um faturamento de mais de R$ 1 milhão. Na pista, 645 animais foram ofertados aos compradores que vieram de algumas regiões do Estado, tais como, o Meio Oeste, e litorâneas de Joinville, e de Tubarão. Destaque para a comercialização dos bois e as novilhas que alcançaram respectivamente a média/quilo de R$ 5,79, e R$ 5,48. “Isso demonstra que a pecuária serrana tem uma qualidade atrativa e é procurada por todo o Estado de Santa Catarina”, ressalta o presidente do Sindicato, Márcio Pamplona.

Ao avaliar também o ano de 2018, Pamplona salientou a comercialização expressiva de aproximadamente 7,5 mil animais vendidos nos leilões promovidos pelo Sindicato e Associação Rural de Lages foi boa, atingindo o resultando de R$ 13,5 milhões no faturamento geral. Além disso, ressalte-se o incremento neste ano, de dois mil animais comercializados a mais, do que em 2017. “O ano fecha com a certeza de que as metas foram além da expectativa, e agora é esperar que em 2019, o comportamento do mercado do agronegócio, possa ser ainda melhor”, concluiu.

Paulo Chagas Vargas - Assessoria de Imprensa