Na tradicional entrevista coletiva quinzenal, nesta segunda-feira (26 de novembro), o prefeito Antonio Ceron e seu colegiado administrativo anunciaram importantes ações e diretrizes já desenvolvidas ou que serão implementadas de imediato ou em curto prazo, pela administração pública municipal.

Dentre estes anúncios, destacam-se: campanha de ajuda à captação de recursos para o time campeão das Leoas da Serra; prestação de contas do exercício 2017, aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (Superávit de Execução Orçamentária de R$ 28.939.599,08. O resultado positivo se dá após quatro anos de déficit); investimentos de mais de 30 milhões de reais, acima do limite constitucional, nas áreas de Educação e Saúde em 2017; mutirão de consultas oftalmológicas (meta de 5 mil consultas em quatro semanas); visita à cidade de Mafra (SC) para conhecer o sistema de geração de energia a partir do aproveitamento do gás metano de aterro sanitário (projeto previsto para ser implantado no aterro sanitário de Lages); decoração e programação do Natal Felicidade (de 7 a 23 de dezembro); abertura de 400 vagas/ano nos Centros de Educação Infantil Municipais (CEIMs), já a partir do próximo ano letivo; implantação do Projeto Recreando (da secretaria de Educação); projeto Todos por Elas, da Secretaria de Política para a Mulher e Assuntos Comunitários, desenvolvido através de importantes parcerias (com destaque para produção de documentário); assuntos administrativos, destacando-se o pagamento de três folhas, em um período de 30 dias (folhas de novembro e dezembro e mais o 13º salário do funcionalismo municipal).

Outros questionamentos pontuais da imprensa marcaram a coletiva, entre os quais a Reforma Administrativa a ser apreciada na Câmara de Vereadores, que segundo o prefeito Antonio Ceron trata-se mais de adequações administrativas, como por exemplo tirar a Diretran da alçada do Gabinete, a qual passará a fazer parte da Secretaria de Planejamento e Obras.

Ceron falou também sobre a adoção do novo horário de atendimento ao público na Prefeitura de Lages, que passou a ser, efetivamente, das 8 horas às 19 horas, sendo que para isso todas as secretarias e departamentos tiveram de ser adequados para funcionarem administrativamente ao longo deste período.

“Nossa meta é melhorar o atendimento (ao público), diminuído custos (administrativos). É difícil, mas não impossível”, acredita Ceron.

Em relação a questões políticas, as quais foram assuntos e questionamentos em coletivas anteriores, o prefeito adiantou, nesta segunda-feira (26): “só irei me pronunciar sobre sucessão (eleições municipais), a partir do dia 2 de janeiro de 2020”.

Fotos: Marcelo Pakinha - Texto: Ascom/PML