Com objetivo de orientar no Processo Municipal as pactuantes de metas através dos 22 indicadores que são essenciais no processo de monitoramento e avaliação para o alcance de metas, iniciou ontem e vai até amanhã (05 de dezembro), o 1º Seminário de Pactuação de Indicadores.

Sediado no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Uniplac, o evento contempla todos os servidores da saúde e é organizado pela Câmara Técnica de Controle, Avaliação, Auditoria e Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de Lages.

Para a Coordenadora da Câmara da Secretaria Municipal da Saúde, Daniela Rosa de Oliveira, a intenção do evento é promover um planejamento participativo e inovador. “Todos os servidores pensam em ações para cumprir os indicadores de saúde e ajudam a monitorar, isso acaba por melhorar os investimentos bem com o acesso ao usuário em tempo oportuno”.

Os 22 indicadores de saúde discutidos durante os três dias de evento serão reunidos em um documento que será disparado a todos que fizeram parte do Seminário. Assim, já em janeiro de 2019 as ações podem ser iniciadas de forma clara e efetiva, bem como o monitoramento de produção e qualidade.

Sobre a Câmara da Secretaria Municipal da Saúde

A Câmara Técnica de Controle, Avaliação, Auditoria e Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de Lages foi criada em julho de 2018 e tem o objetivo de trabalhar as cinco áreas técnicas da Secretaria. São elas: Atenção Básica, Vigilância em Saúde, Regulação, Especialidades e Administrativo.

Em parceria com a Rede Cegonha e o Núcleo de Educação Permanente de Humanização da Saúde (NEPHS), a Câmara da Secretaria discute protocolos, fluxos, comunicação, e indicadores no planejamento estratégico das ações da saúde de Lages.

 

Fotos: Divulgação - Texto: Ascom/PML