Após ter passado pela ação de vândalos que na noite do dia 30 de janeiro deste ano, colocaram fogo na EBB Francisco Manfrói, localizada no bairro Santa Mônica, a área destruída e reconstruída em 11 meses, foi entregue na tarde de quarta-feira (12), aos 620 alunos que estudam naquele educandário nos três períodos.

Nesta importante obra o Governo do Estado, através da secretaria da Educação, investiu R$ 701.097,99 (setecentos e um mil noventa e sete reais e noventa e nove centavos).   Durante o ato de entrega, a gestora da escola, Eliane Alves Rodrigues, que se mostrou bastante emocionada, agradeceu as pessoas envolvidas na recuperação do espaço e lembrou que mesmo com atitude criminosa, que só não foi pior devido à rápida ação de vizinhos  que acionaram os bombeiros, o ano letivo iniciou na data marcada. “Trabalhamos muito para redirecionar os alunos nos espaços que não foram atingidos pelo fogo, fizemos o possível e o impossível para que nada atrapalhasse o início das aulas, e conseguimos”, disse ela que destacou ainda o comportamento exemplar dos estudantes que em momento algum reclamaram dos lugares onde precisaram ficar no período de reconstrução.

“A união da equipe gestora e do corpo docente, que não mediram esforços para iniciar o ano letivo conforme o calendário escolar nos serve de estímulo e nos mostra o quanto se torna importante para alcançarmos um objetivo quando todos trabalham com amor e dedicação, salientou a gerente da Educação (Gered), Fátima Ogliari, ao se pronunciar em nome da secretária de Estado da Educação, Simone Schramm.

 A ala nova será aberta aos estudantes dos sete bairros que frequentam o Francisco Manfrói, assim que o no letivo de 2019 iniciar. “Deveríamos estar entregando uma escola totalmente revitalizada, planos que precisaram ser adiados devido ao ato covarde cometido por criminosos, mas acreditamos que em breve este sonho será concretizado”, disse o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional – ADR Lages, Juarez Mattos. Segundo ele, a Manfroi não é apenas um prédio, um espaço físico e, sim, “um lugar onde se adquirir conhecimento que é o nosso maior patrimônio e que ninguém pode nos tirar”, enfatizou.

 

Além da entrega da nova ala, a direção da escola abriu ainda uma exposição fotográfica mostrando atos de vandalismos cometido na Francisco Manfrói e outros educandários escolares. “Um olhar sobre as cinzas”, foi um projeto desenvolvido pelos professores de artes e alunos da escola.  O ato de entrega contou com a presença de alunos, professores, ex-diretores, líderes comunitários e integrantes da APP.

Carla Reche - Assess. de Imprensa da ADR Lages