Após a equipe técnica da Prefeitura analisar a planilha de custos apresentada pela Transul, o prefeito Antonio Ceron concedeu o reajuste, estabelecendo 4,94% para a tarifa antecipada aumentando de R$ 3,64 para R$ 3,82. Já na tarifa embarcada, o percentual é de 5,26%, elevando de R$ 3,80 para R$ 4,00. Os novos preços vigoram já a partir do dia 1º de janeiro de 2019. O último reajuste das tarifas ocorreu em 01/01/18.

Para a composição do percentual de aumento, a empresa considerou a variação do preço dos insumos em 2018, tais como: salários (4,19%); diesel (8,17%); pneus (6,34%), peças e acessórios (5,03%) em média), e ônibus (7,03%), entre outros. Leva-se em conta também a queda no volume de passageiros, de 4,04%.

Apesar desse aumento, a empresa tem conseguido manter uma das tarifas mais baixas de Santa Catarina. Em alguns municípios as passagens ainda não foram majoradas, mas mesmo assim, os preços são bem acima do que é cobrado em Lages. É o caso de Jaraguá do Sul (R$ 4,75); Joinville (R$ 4,65); Florianópolis (R$ 4,60); Rio Negrinho (R$ 4,30); Criciúma (R$ 4,25); Brusque (R$ 4,20) e Lages (R$ 4,00). “Temos feito um grande esforço para propiciar o percentual mínimo possível, exatamente para não pesar muito para os nossos usuários”, ressalta, o diretor administrativo Humberto Arantes.

Assessoria de Imprensa da Transul