A minha fatura de energia elétrica deste mês de janeiro veio com valor dobrado. A fatura da minha sogra também. Postei o assunto no Facebook e vários amigos e conhecidos disseram a mesma coisa. Com certeza, você já ouviu várias pessoas relatando algo do gênero.  

As explicações da Celesc é que "tudo é excesso de consumo".  

Eu não engulo essa explicação fajuta. Isso está acontecendo em todo Estado de SC.  Onde está o MP que não pode investigar essa questão? Onde estão os Procons? Onde estão os nobres deputados que não defendem a população?

Eu concordo que janeiro fez dias muito quentes. E que neste mês, na minha casa pelo menos, usamos sim alguns dias o ar condicionado (somente durante algumas noites). Mas isso não justifica dobrar o valor da fatura. Até porque, para compensar, estivemos fora de casa alguns dias no começo do mês (férias). 

Há alguma coisa muito estranha e errada nisso tudo. Não pode estar certo. 

Com a palavra, a CELESC. E nossos defensores, MP, Deputados, Senadores, Procons, o que estão fazendo?