Como ficam agora aqueles que deram 75% dos votos ao hoje governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, ao saber que ele pretende acabar com a Regional de Saúde e com a Gered no maior município do Estado em território, terra que já  deu sete governadores a SC?

Como ficam aqueles que se dizem seus mais legítimos representantes para "brigar" e defender a nossa região junto ao Governo do Estado?

Depender de Joaçaba na Saúde e na Educação deve ser uma piada de muitíssimo mau gosto. 

Onde estão as nossas entidades representativas que não se levantam contra essa ignomínia? A grande maioria de nossos empresários não votaram no Moisés para Governador? Então, por que agora não estão defendendo Lages e seus interesses junto a este Governo? Onde estão os lageanos nos cargos em nível de Estado? Existe algum por lá?

E a nova ala do HTR, uma obra que já consumiu R$ 115 milhões, quando irá funcionar? Qual o modelo de gestão dessa nova estrutura? 

Eu quero acreditar que isso tudo não passa de boato. Mas, se for verdade, estamos mesmo em "maus lençóis". Mexam-se, galera!!!!

Loreno Siega - Revista Visão