O Fórum Parlamentar Catarinense, em reunião na noite de quarta-feira (13), definiu uma pauta de atuação para assegurar mais recursos para o Estado. No primeiro encontro de trabalho deste ano, os 16 deputados e três senadores que fazem parte da bancada decidiram as demandas prioritárias para esta Legislatura. 

As obras de infraestrutura e logística foram os principais focos de discussão do Fórum.  

Os parlamentares decidiram que darão prioridade à recuperação das BRs-282 e 470 e a continuidade das obras do Contorno da Grande Florianópolis, que não deve ficar pronta antes de 2022.  

“Precisamos trabalhar com o governo estadual e a sociedade civil para buscar recursos para essas obras que são muito importantes para a logística do nosso Estado”, defendeu Carmen, que é coordenadora do Fórum.   

Segundo a parlamentar, o estado avançou muito na área da saúde nos últimos anos, mas ainda há muito a ser feito em relação à habilitação de serviços para a Secretaria Estadual, secretarias municipais e aos hospitais filantrópicos. A deputada informou que a bancada vai reforçar a luta pelo reconhecimento da parte do governo federal dos serviços que são prestados pelo estado acima dos recursos que são repassados pelo Ministério da Saúde para Santa Catarina. 

“Vamos continuar essa luta para reduzir as diferenças per capita entre os três estados do Sul. Já recebemos uma parte, mas precisamos levantar ainda o repasse de R$ 100 milhões ao ano para serem aplicados na saúde do nosso estado”, informou a deputada.  

Os outros assuntos debatidos foram a retoma das taxas cobradas sobre a importação do leite em pó, a demarcação do Parque Nacional de São Joaquim e o monitoramento de quatro barragens de Santa Catarina.

Fotos: Robson Gonçalves/PPS - Silviane Manrich - Assess. de Imprensa da deputada Carmen Zanotto