O Secretário da Fazenda de SC, Paulo Eli, informou em entrevista ao SBT Meio Dia, que o Estado de SC deixou de arrecadar R$ 5,6 bilhões em ICMS no ano passado com renúncias fiscais. Ao todo, segundo Eli, são 11.145 empresas catarinenses que não pagam o tributo. E isso foi acontecendo ao longo do tempo, com governo após governo concedendo benesses a quem lhes financiava as campanhas  e liberando de impostos setores estratégicos para a geração de empregos. 

Paulo Eli disse que o total de renúncias representa 25% de toda a atual arrecadação de ICMS de Santa Catarina. E que se isso não for revista com urgência, corre-se o sério risco de começar a haver atraso no pagamento dos salários dos servidores estaduais, a exemplo do que já ocorre no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. 

Aliás, falando em Folha de Pagamento dos Servidores Estaduais, Santa Catarina, a exemplo de outros quatro estados, gasta mais com servidores inativos do que com o pessoal da ativa. Isso é extremamente preocupante e insustentável. E olha que a contribuição dos servidores do Estado com o IPREV já foi elevado de 11 para 14% pelo Governador Raimundo Colombo. 

Loreno Siega - Revista Visão - Foto: Divulgação