Ao todo seriam 650 servidores, que receberiam R$ 5 mil por mês em auxílio

O deputado estadual Marcius Machado (PR) fez um pedido de informação ao Poder Executivo sobre o suposto recebimento do auxílio combustível por servidores da Secretária de Estado da Fazenda (SEF), na sessão ordinária da terça-feira (26), na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC).   A denúncia foi recebida por e-mail: seriam 650 servidores, que receberiam R$ 5 mil por mês em auxílio combustível. Anualmente, representa um custo R$ 30 milhões por ano ao Executivo.   Marcius fala que a denuncia o assusta. “O secretário da Fazenda apresentou aqui na Alesc, semana passada uma situação caótica em Santa Catarina e agora recebemos essa denuncia”, fala.   O pedido do parlamentar ganhou apoio do deputado Bruno Souza (PSB) que argumentou que em 2018, quando era vereador em Florianópolis, recebeu a mesma denúncia. “Temos que combater esses privilégios pagos com dinheiro de quem ganha menos, de quem paga a maior carga tributária, que são os mais pobres”, afirmou.

 

O pedido de informação tem 30 dias para ser respondido oficialmente à Assembleia.    Mirella Guedes - Assessoria de Imprensa do deputado Marcius Machado