O Consórcio de Saúde da Amures apresentou aos prefeitos na tarde de quinta-feira (28/03), o balanço dos investimentos realizados em 2018. O montante foi de R$ 5,3 milhões, segundo a prestação de contas aprovada pelo Conselho Fiscal e pelo colegiado de prefeitos.

O presidente do CIS-Amures prefeito de Rio Rufino Thiago Costa, disse que a meta a curto prazo será informatizar e interligar todos os municípios através de um sistema com prontuário eletrônico. “Teremos um grande ganho na agilização de agendamento e atendimentos aos usuários do sistema, além de economia aos municípios”, afirmou o prefeito.

O balanço do CIS-Amures foi apresentado na assembleia geral da associação de municípios, no Orion Parque Tecnológico da Serra Catarinense. A prestação de contas do Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense – Cisama, também foi realizada.

O presidente, prefeito de Urupema Evandro Frigo Pereira, falou do Programa de Atenção à Sanidade dos Produtos de Origem Agropecuária, do controle populacional de cães e gatos, saneamento básico, assistência social com acolhimento institucional e famílias acolhedoras, legalização de cascalheiras e programas como Saúde Fiscal e iluminação pública.

A reunião teve presença maciça dos prefeitos e o presidente da Amures Vilmar Neckel comentou sobre o encontro que teve com o governador Carlos Moisés da Silva, em Florianópolis para tratar sobre Núcleo de Gestão de Convênios e da cooperação entre Estado e Amures. “Dia 4 de abril teremos uma nova reunião em Florianópolis para tratar exclusivamente sobre infraestrutura nos municípios. E a questão rodoviária é um grande gargalo na Serra Catarinense”, adiantou Vilmar Neckel.

Convênios com a  Epagri

Na reunião, os prefeitos assistiram a uma apresentação do diretor Financeiro e Administrativo da Epagri SC, Giovane Canola sobre a atuação da Epagri nos 18 municípios da Serra Catarinense. Ele falou da importância das parcerias com as prefeituras e apresentou o gerente de Extensão Rural da Epagri/Lages José Marcio Lehmann, o diretor de Extensão Rural e Pesqueira Umberto Picca e o gerente regional da Epagri São Joaquim Marlon Couto.

Canola trouxe também, planilhas de custos e ouviu dos prefeitos sugestões de melhorias nas parcerias entre Epagri e os municípios. “Esta parceria é importante, mas tem de respeitar a realidade de estrutura e financeira de cada município”, defendeu o prefeito de Rio Rufino Thiago Costa.

Na Serra Catarinense estão sendo revistos caso a caso os convênios da Epagri. A pedido da Amures, a delegada Regional de Polícia de Lages Luciana Rodermel participou da reunião para falar sobre o fechamento, por ordem do Estado, das Circunscrições de Trânsito de Bom Retiro, Correia Pinto, Otacílio Costa e Anita Garibaldi.

“Os funcionários dessas circunscrições estão sendo dispensados por ser terceirizados. A Amures está ajudando evitar estes fechamentos. O resultado é que vai aumentar a demanda em Lages se deixarem de ser atendidos nos municípios de interior”, citou a delegada. Ela disse que, tentará manter os serviços no interior, mas depende de uma decisão de estado.

Os prefeitos conheceram também, propostas de linhas de crédito que estão disponíveis pelo Banco do Brasil, para aquisição de máquinas e equipamentos com carência e juro especial.

 

Assessoria de Imprensa da Amures - Divulgação