Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) demonstram que 10% das crianças que nascem no mundo possuem algum tipo de deficiência. Nestes casos, a estimulação dos bebês deve acontecer nos primeiros meses de vida, para que a criança possa se tornar mais independente. 

Um trabalho desenvolvido pela coordenação regional da Apae chamado “Diagnóstico Precoce: Floresce uma vida”, pretende atender as crianças assim que elas saírem da maternidade.

O projeto foi apresentado, na segunda-feira, 20, pelas coordenadoras regionais Jane Ap. Correa Valter (Apae de Lages) e Juliana Regina da Silva (Apae de Anita Garibaldi) à direção do Hospital e Maternidade Tereza Ramos e contou com a presença da deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania).

A parlamentar que faz parte da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência destaca que o projeto traz a possibilidade de intervenção precoce e com a avaliação de uma equipe multidisciplinar qualificada.

“Com as informações repassadas pelo hospital, respeitando os preceitos legais, os pais terão a possibilidade de encaminhar os filhos para a reabilitação precoce que com certeza será um diferencial na vida dessas crianças. Tenho um carinho muio especial pelas Apaes e além de apoiar este projeto tenho ajudado as instituições da nossa região com recursos para o custeio. Pois, reconheço a importância do trabalho realizado pelas Apaes tanto para as crianças, quanto para a família”, salienta Carmen Zanotto.

De acordo com a coordenadora Jane Valter, as Apaes possuem uma sala de estimulação que atendem crianças de 0 a 6 anos e que são avaliadas a cada seis meses. Algumas crianças são reabilitadas e recebem alta. 

“Queremos estreitar este laço com a maternidade e ter a informação sobre os bebês que nascem com deficiência, pois recebemos muitas crianças com mais de 3 anos, por exemplo, e que poderiam contar com o trabalho da equipe desde o nascimento”, salienta.

Cerca de 80% dos bebês da Serra Catarinense nascem no Tereza Ramos, onde são realizados aproximadamente 300 partos por mês.

 

Gabinete Carmen Zanotto - Silviane Mannrich