De feirante em praça pública para a Agroindústria Familiar Santo Antônio – Agrosanto. Assim se resume o sonho da agricultora Neiva Aparecida Mota Muniz, que junto com as amigas Sandra Maria Muniz Oliveira Borges e Lorena Aparecida de Jesus Oliveira inauguraram na tarde desta terça-feira (28/05), a unidade de processamento de panificados, frutas, hortigranjeiros, leite e derivados.

A solenidade na localidade de Santo Antônio dos Pinhos em São José do Cerrito, marca um novo momento na vida das agricultoras que afirmaram “agricultor também tem visão empreendedora”.

E foi com a venda do que produziam em casa, que as três mulheres conseguiram investir cerca de R$ 110 mil e com uma contrapartida de R$ 54.5 mil do programa SC Rural do Governo do Estado, construíram a agroindústria Agrosanto. “Mais que um sonho é um legado que estamos deixando às futuras gerações”, declarou Neiva Muniz.

Na lista de produção da Agrosanto estão doces de leite, rosca de polvilho, queijo, feijão, compotas, conservas, geleias, doces de corte, olerículas e frutas. O projeto da Agrosanto vai beneficiar 25 famílias divididas em quatro núcleos exclusivamente com produção de olerícolas orgânicas.

A Agrosanto faz parte da Associação de Apoio para Projetos de Redução de Impactos de São José do Cerrito, que envolve cerca de 70 hectares de produção certificada pela rede Ecovida. Produzem cerca de 30 variedades de produtos entre folhosas, leguminosas, cereais e frutas.

A inauguração da Agrosanto foi prestigiada pelo vice-prefeito Moacir Ortiz, gerente regional da Epagri Mario Lehmanne, coordenador do SC Rural Aziz Hatem, assessora de turismo da Amures Ana Vieira, vereadores e convidados. 

Oneris Lopes - Assess. de Imprensa da Amures