Com origem nos anos de 1980, através da lendária revista “O Carretão”, a ALE tem se firmado no cenário literário do município através de uma série de eventos, cursos e rodas de leitura. Tendo o propósito de divulgar os escritores lageanos (natos e adotados) e promover a integração com as diversas correntes culturais do município, a ALE reúne diariamente, em seu stand, parte da intelectualidade para conversas e troca de ideias que possam, em algum momento, fomentar a cultura local.

Estão à venda no stand da ALE algumas das publicações mais importantes da atual safra de escritores lageanos. São livros de vários gêneros e temáticas: poesia, prosa, infanto-juvenil, antologias. Também estão disponíveis diversos títulos de autores consagrados como Paulo Ramos Derengoski e Maria Waltair ou clássicos como “Farpas”, único livro de poemas do artista plástico Clênio Souza (1958-2006), e o “Tradições Lendárias e Míticas de Lages”, um dos melhores trabalhos de compilação das lendas que formam o imaginário do lageano.

“Nossa meta de trabalho está relacionada com a multiplicação dos eventos literários e a formação de um público leitor”, afirma Telma Maria Junges, atual presidente da entidade.

Confira a programação desta quinta-feira (13 de junho) do Recanto do Pinhão:

10h      Fundação Cultural/Escola de Artes

14h      Fundação Cultural/Escola de Artes

15h      Estilo Campeiro

16h      Bruno Valdéras e Banda

17h      Peninha e Grupo

18h      Lima Neto e Banda

19h30  Grupo Baitaço

 

Texto: Raul Arruda Filho - Fotos: Toninho Vieira