Um homem preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil e ocultação de cadáver teve prisão preventiva decretada. A audiência de custódia regionalizada ocorreu nesta quinta (13), na comarca de Lages. O conduzido confessou, na fase policial, o crime praticado contra um homem na localidade de Mantiqueira, em Bom Jardim da Serra, na quarta (12), fato que causou grande comoção naquela comunidade.

Além da confissão, existem fotografias da meia e tênis sujos de sangue e apreensão de faca e facão. O juiz Alexandre Takaschima entendeu necessária a decretação da prisão preventiva para garantia da ordem pública e instrução criminal. "O conduzido é natural de Cascavel, no Paraná, e não possui endereço fixo aqui no Estado. Além disso, informou ter duas ações penais, uma por roubo e outra por tentativa de homicídio, naquela comarca", citou o magistrado.

O processo irá tramitar na comarca de São Joaquim por abranger a cidade onde ocorreu o delito. A custódia foi feita em Lages por estar amparada na resolução do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) que determinou que o procedimento ocorra de forma regionalizada nas 35 comarcas-sede do Estado.

Informações: Núcleo de Comunicação Institucional do TJSC – comarca de Lages