A chuva que estava prevista não veio e o friozinho só fez a noite de quarta (19), véspera de feriado, ainda mais especial. A programação da 31ª Festa do Pinhão atraiu um público expressivo ao parque Conta Dinheiro. Jorge e Mateus, Alok, Jerry Smith e Munhoz e Mariano fizeram a galera cantar e dançar por horas.

A Festa do Pinhão agrada todos os gostos.  A mistura de ritmos é uma dos principais atrativos do evento. A dupla Jorge e Mateus, que tem 14 anos de carreira, cantou sucessos como “Sosseguei”, “Trincadinho” e “Voa beija-flor” e fez público acompanhar empolgado. A funcionária pública Paula Hoffann gosta muito dos sertanejos. A canção “Os anjos cantam” é a melhor, na opinião dela. “Essa música marcou muito minha vida. Foi sensacional cantar junto e pertinho deles. É uma energia muito boa”. 

Atração inédita, Jerry Smith sacodiu o público. Ao som de “Kikadinha”, “Bumbum Granada”, “Vou Falar pra Tu” e “Troféu do ano”, o funkeiro fez um show repleto de efeitos e danças coreografadas. Alok voltou ao evento e, assim como no ano passado, fez uma apresentação que fez todo mundo dançar e se divertir. Na lista das músicas apresentadas não faltou “Favela”,“Ocean” e “Hear Me Now”, além de um espetáculo de fogos para encerrar a participação.

Há quem vem de longe para curtir o evento, como a estudante de Publicidade e Propaganda Ina Pommer.  Ela veio de Porto Alegre só para participar da Festa do Pinhão. A primeira vinda ao evento foi em 2017 para ver Fernando e Sorocaba. Desta vez, ficará quatro dias na cidade. O programa de atrações agradou a jovem. “Em nenhum outro lugar a gente encontra um evento como a Festa do Pinhão. Aqui tem de tudo: feira, gastronomia e bons shows. É tudo muito organizado”, destaca.

A festa encerrou com a participação de Munhoz e Mariano com um show no Backstage Prieme. O espaço coberto, moderno, com bares e banheiros exclusivos lotou. Todo mundo vibrou com “Seu Bombeiro”, “Balada louca”, “Camaro Amarelo” e “Eu pegar você e tãe”.

Catarinas Comunicação - Fotos: Nilton Wolff