A Comissão Especial Eleitoral que organiza o processo de eleições do Conselho Tutelar, em Lages, realizou neste domingo (21 de julho), na Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) a capacitação com os candidatos e candidatas a conselheiros (as) tutelares que irão atuar no período de 2020 a 2024.

O objetivo do encontro foi de repassar o trabalho integrado com a rede de garantia de direitos apresentando a Assistência Social, Conselhos de Direitos, entre eles: o Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescentes (CMDCA), Saúde e Educação para que de forma articulada se realize um trabalho focado na garantia de direitos para crianças e adolescentes do município de Lages. Ao todo são 22 candidatos para cinco vagas titulares de conselheiro ou conselheira. Na oportunidade foram apresentados ainda, os trabalhos da Comissão de Monitoramento do Protocolo de Atenção às Vítimas de Violência de Lages (COMPAV) e do Sistema de Informação para a Infância e Adolescência (SIPIA).

A eleição será no dia 6 de outubro em todo território nacional, das 8 às 17 horas sem interrupções. Os votantes são cidadãos da sociedade em geral, maiores de 16 anos, em voto facultativo e secreto, aptos no cadastro da Justiça Eleitoral no município. Em Lages ainda serão definidos os colégios eleitorais. A coordenação do processo está a cargo do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, ligado administrativamente à Secretaria de Assistência Social e Habitação e Comissão Especial Eleitoral.

O trabalho dos cinco conselheiros eleitos será desenvolvido em carga horária de 40 horas semanais (das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas) e com vencimentos mensais de R$ 2.275,55, pagos com recursos próprios do Município, além de cumprirem sobreaviso em horários fora do normal e aos finais de semana e feriados. A sede do Conselho Tutelar em Lages está localizada na avenida Presidente Vargas, em anexo à Secretaria de Políticas para a Mulher (ao lado da Sens Automóveis).

Texto: Ari Junior - Fotos: Divulgação