A ação do Centro de Referência em Saúde do trabalhador (Cerest) é um convite para repensar, refletir e debater sobre questões voltadas para a saúde mental de trabalhadores que estão envolvidos com cuidados a outros, através de momento de acolhimento, descontração, interação entre a equipe e cuidado com questões cotidianas que podem estar sendo pouco percebidas e se acumulando de maneira negativa, trazendo adoecimento emocional e afastamento das funções laborais.

De acordo com a gerente do Cerest Lages, Fabiana Branco, as Educações Permanentes continuam nas Unidades Básicas de Saúde, sendo realizadas até o momento em 15 Unidades. No mês de julho este trabalho foi estendido para os demais municípios da Região, sendo que já participaram da ação profissionais dos municípios de Painel e Rio Rufino. “Com isso pretendemos que até o final de 2019 todas as equipes das Unidades Básicas de Saúde dos 18 municípios da Região participem deste momento de promoção e prevenção em saúde mental e que conheçam os serviços desenvolvidos pelo Cerest”, disse Fabiana.

Sobre o Cerest

De acordo com a Plataforma Renast online, Os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) promovem ações para melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida do trabalhador por meio da prevenção e vigilância. Cabe aos Cerest promover a integração da rede de serviços de saúde do SUS, assim como suas vigilâncias e gestão, na incorporação da Saúde do Trabalhador em sua atuação rotineira. Suas atribuições incluem apoiar investigações de maior complexidade, assessorar a realização de convênios de cooperação técnica, subsidiar a formulação de políticas públicas,  fortalecer a articulação entre a atenção básica, de média e alta complexidade para identificar e atender acidentes e agravos relacionados ao trabalho, em especial, mas não exclusivamente, aqueles contidos na Lista de Doenças Relacionadas ao Trabalho ou de notificação compulsória.

Informações: Fabiana Branco - Fotos: Divulgação