Em coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (2 de setembro), o prefeito Antonio Ceron falou sobre as medidas administrativas inerentes ao relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Pronto-Atendimento (P.A.) Tito Bianchini, para em seguida responder também a perguntas dos repórteres sobre execução de projetos da área de planejamento, obras urbanas e desenvolvimento econômico.

Basicamente, o prefeito salientou que não é contra a CPI enquanto instrumento de investigação de denúncias, tanto é que a própria prefeitura, enquanto instituição, já havia aberto, previamente, uma série de processos administrativos referentes a determinados casos arrolados na Comissão Parlamentar. “Nós enquanto poder público municipal estamos agindo com todas as providências legais e de nossa competência no que diz respeito a denúncias ou evidências das não conformidades, tanto antes da CPI quanto depois dela, tendo como base o relatório final já concluído e apresentado”, reitera Ceron.

Obras do Centro e Mercado Público

Já com relação às obras públicas em execução ou a serem licitadas, o prefeito, respondendo a questionamentos dos repórteres, discorreu sobre o projeto de revitalização do Centro de Lages, iniciado pela revitalização da Praça João Costa, calçadão central: “Está certo que faremos a inauguração das obras da praça no dia 23 de novembro, em ato comemorativo aos 253 anos de fundação de Lages”, afirmou Ceron. Sobre as obras do Mercado Público Municipal, afirmou que a inauguração está prevista para o mês de março de 2020.

Obras de pavimentação asfáltica

O prefeito Ceron anunciou também a reurbanização da avenida Aujor Luz, no bairro Santa Catarina, e da rua João José Godinho, no bairro Frei Rogério, projetos que deverão ter a execução iniciada até o final deste ano. “Para estas duas importantes vias serão investidos recursos próprios da municipalidade”, adianta.

Foi anunciada também a revitalização da avenida Papa João XXIII (trecho do entroncamento da BR-116 até o Seminário) e a reurbanização das ruas Cirilo Vieira Ramos e Cruz e Souza. O prefeito disse que seis projetos de pavimentação estão em execução atualmente, e outros dois serão iniciados dentro dos próximos dias, dentro do Programa Minha Rua Melhor. “E outros dez projetos do Minha Rua Melhor estão em processo de licitação pública”, anuncia.

Projeto da avenida Ponte Grande

Quanto às obras de implantação da avenida Ponte Grande, Ceron disse que está otimista “com a prorrogação do convênio firmado com a Caixa Econômica Federal”, no final deste ano. Atualmente, as obras executadas compreendem a implantação de rede coletora de esgoto sanitário de áreas territoriais de 13 bairros de Lages. Rede sanitária implantada sob o leito da avenida, no trecho que se estende desde a confluência com a avenida Cirilo Vieira Ramos (no bairro da Várzea) até a confluência com a BR-282, no bairro Santa Maria.

Berneck

O prefeito falou ainda sobre a emissão da Licença Ambiental de Instalação (L.A.I.), por parte do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), liberando a retomada das obras de preparação do terreno para instalação da empresa Berneck, em Lages. Empresa de grande porte, a Berneck se instalará em área margeada pela BR-116, a poucos metros de distância da ponte sobre o rio Caveiras. “Em pleno funcionamento, a unidade fabril da Berneck, em Lages, movimentará 400 caminhões, diariamente, sendo 300 deles transportando madeira para ser processada e os outros 100 caminhões com cargas de produtos derivados da madeira para serem exportados”, concluiu o prefeito Ceron ao dimensionar a importância desta indústria para o desenvolvimento econômico-social do município.

Texto: Iran Rosa de Moraes - Fotos: Marcelo Pakinha