A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), presidente a Frente Parlamentar Mista da Saúde, participou nesta terça-feira (01) da inauguração da exposição “Quem Se Ama, Se Cuida”,  promovida pela Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados.
 
O evento faz parte da abertura da Campanha Outubro Rosa, criada para alertar a população sobre a importância da prevenção e da detecção do câncer de mama.

A abertura da exposição coube a Carmen Zanotto, que é procuradora-adjunta da Câmara e autora da lei que oficializou mês de outubro à conscientização sobre o câncer de mama no país, integrando o Brasil ao movimento internacional.
 
Durante o evento, a parlamentar alertou para a redução de exames de mamografia no país. Carmen disse que está preocupada porque o exame é um dos principais caminhos para que o câncer de mama seja detectado em fase inicial.
 
“Estamos muito preocupados com a divulgação desses dados do Ministério da Saúde que mostram  que o percentual de mulheres, de 50 a 69 anos, que realizam mamografia pelo SUS vem diminuindo em todo o país. Em 2017, foram apenas 27% e em 2018, 22%, o pior resultado registrado nos últimos em seis anos: menos de três mil mulheres realizaram o exame”, afirmou.
 
A deputada é autora de várias leis ligadas ao tema, dentre elas a que obrigam o SUS a oferecer tratamento em 60 dias, a partir do diagnóstico da doença, e a custear exame de mamografia a partir dos 40 anos, como recomenda a OMS (Organização Mundial de Saúde).                                                            

Silviane Mannrich - Assessoria de Imprensa da deputada Carmen Zanotto