Em setembro de 2018, na edição 144 da Revista Visão, produzimos uma reportagem especial apresentando o talento do jovem luthier lageano Mateus Comel. O rapaz, que também é músico desde cedo, interessou-se pelas artes de  produzir instrumentos musicais de corda (dá-se o nome de luthier a essa atividade). 

Obcecado por esta paixão (além de tocar queria produzir os próprios instrumentos e também fazer violões, violas, cavaquinhos, etc) para outras pessoas. 

Então, o rapaz descobriu onde estão os mais famosos artistas do gênero. E foi atrás fazer cursos e aprender o ofício. Montou nos fundos de sua casa uma belíssima oficina (luthieria). E já faz algum tempo está produzindo esses instrumentos com maestria e enviando a seus clientes espalhados pelo Brasil e pelo mundo. 

Agradecido pela matéria que produzimos com ele - e pelo reconhecimento da Revista Visão - ele disse que produziria um violão personalizado para mim. E cumpriu o  prometido. Ontem (09/10/2019), nos chamou para ir receber o instrumento. 

Ficamos profundamente agradecidos ao Mateus pelo gesto. E mais uma vez reiteramos e reforçamos o talento e a paixão do rapaz pela sua dedicação e maestria na atividade. 

Um detalhe: além de luthier Mateus também está fazendo graduação em Direito. E diz que no futuro quer conciliar a profissão de advogado ou juiz com o ofício de luthier. 

Agora, o instrumento que eu queria me foi presenteado. Só falta aprender a tocar. Quem sabe eu não comece a fazer isso, né!!!!!

Loreno Siega - Revista Visão