Duas acadêmicas, Cláudia Pavão e Barbara Zanoni, e uma professora, Adriana Palumbo, receberam a notícia que o trabalho desenvolvido em sala de aula, foi incorporado ao Atlas da Notícia, um projeto organizado pelo Observatório da Imprensa. A notícia saiu nessa terça-feira, 10, no portal do veículo.


O Observatório da Imprensa, é um veículo criado pelo Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo (Projor) e projeto original do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor). O trabalho desse projeto, Atlas da Notícia, busca cadastrar e fazer uma análise dos veículos jornalísticos em cada região e no país. Na região sul são mais de três mil iniciativas jornalísticas, sendo 27% dos veículos de todo o Brasil.

O trabalho realizado pelas acadêmicas iniciou na disciplina de Mídia e Desenvolvimento Regional, ministrado pela Professora Adriana Palumbo e contou com o empenho de todos os colegas. A estudante da quarta fase, Cláudia pavão, comenta que durante a disciplina no semestre passado, os alunos mapearam todos os veículos de imprensa da região serrana. "Comentei com o professor Zé Luiz, e ele sugeriu que enviássemos para o Projor em nível Brasil."

Foi então, que Cláudia conversou com a sua colega Barbara Zanoni e com a professora Adriana Palumbo, que segundo ela, abraçou de início o projeto. "Pegamos todos os trabalhos com os dados levantados e encaminhamos para os coordenadores da pesquisa. Depois tivemos que cadastrar cada um dos veículos, em um banco de dados, trabalho esse que ainda estamos fazendo", destaca. Após a iniciativa, as acadêmicas entraram em contato com o responsável, Marcelo Fontoura, que é professor e doutor de jornalismo na PUC-RS.

"Vivemos em tempos onde o Jornalismo está em grande transformação e as pesquisas na área são importantes para sabermos para onde estamos caminhando, e de que forma devemos atuar profissionalmente para garantir o bom jornalismo." Cláudia continua dizendo que receber essa notícia e ver os nomes relacionados a esse veículo importante de comunicação, é motivo de satisfação e certeza de que há muito trabalho por fazer.

A professora da disciplina de Mídia e Desenvolvimento Regional, Adriana Palumbo, diz que essa participação é valiosa para a construção de dados que possam informar como estão funcionando os veículos de comunicação pelo Brasil. "É um trabalho importante que a Uniplac está apoiando, para as pesquisas, para o Jornalismo e para o deserto de notícias. Em função desse levantamento só reforça a colaboração na construção do conhecimento."

A matéria que relaciona os dados e inclui a universidade, as acadêmicas e a professora está disponível no site do Observatório da Imprensa.


Informações: Central de Notícias Uniplac (CNU) / Fotos: divulgação