Carros de mensagens dos anos 90 voltam às ruas, em embalo nostálgico da quarentena

Profissionais do ramo falam em crescimento de até 60% na procura pelo serviço durante o isolamento. Perfil do público mudou, e algumas empresas aumentaram preço.

 “Atenção! Compareça ao carro de som para receber sua mensagem”. A frase saída diretamente dos anos 1990 é capaz de dar calafrios - de emoção ou de vergonha.

Mas é melhor ir se reacostumando. Com abraços suspensos pela pandemia do coronavírus e no embalo nostálgico da quarentena, as homenagens chamativas em carros de mensagens estão de volta.

“Houve um aumento absurdo na procura, cerca de 60%. Acho que só não aumentou mais por causa da crise financeira”, diz uma das empresárias do ramo.

 

É o povo se reinventando.

Por Carol Prado, G1