A Secretaria da Saúde de Lages decidiu no fim da tarde desta quarta-feira, dia 3 de junho, iniciar o monitoramento de parte da equipe diretamente ligada ao gabinete do prefeito Antonio Ceron. O próprio chefe do Poder Executivo Municipal, pelo fato de estar exposto desde o início da pandemia e ser do grupo de risco, deverá ficar isolado e não poderá cumprir agendas externas por pelo menos 14 dias, embora já tenha sido negativado para o Coronavírus em teste realizado recentemente. A decisão foi tomada depois que um servidor do gabinete e o secretário da Saúde, Claiton Camargo de Souza, com quem o prefeito e parte da sua equipe direta têm contato constante, foram positivados. O prefeito, o secretário e os assessores monitorados, assim como todo cidadão lageano eventualmente enquadrado nesta situação, serão acompanhados pela Central de Monitoramento da Covid-19 por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Todos estão bem, assintomáticos e continuarão trabalhando normalmente de suas residências.