Ministério da Cidadania aponta que no mês de maio foram repassados R$ 6.105.000 em auxílio emergencial para famílias vulneráveis de Lages
Daniele Mendes de Melo

O setor de Cadastro Único (CadÚnico), da Prefeitura, por meio da Secretaria da Assistência Social e Habitação, fez um levantamento e apontou 31.333 pessoas em Lages relacionadas ao auxílio emergencial de R$ 600 repassados pelo Governo Federal, através da Caixa Econômica Federal (CEF), em amenização aos efeitos da pandemia do novo Coronavírus, gerador da doença Covid-19, problema que atingiu o mundo inteiro em diversificados segmentos, como saúde, educação, transporte e economia. Vale ressaltar que estas mais de 31 mil dizem respeito ao vínculo com CadÚnico e Programa Bolsa Família, pois o auxílio emergencial contempla também outros tipos de público.

O total de 31.333 está distribuído da seguinte forma: 15.423 pessoas realizaram cadastro pelo aplicativo Caixa - Auxílio Emergencial; 6.805 possuem CadÚnico, porém, não fazem parte do Programa Bolsa Família; 7.005 estão com Bolsa Família suspenso para recebimento, pois o valor do auxílio será maior, e 2.100 estão inelegíveis para receberem o auxílio emergencial, contudo, continuam recebendo Bolsa Família. Portanto, 29.233 pessoas receberão as parcelas do auxílio emergencial da Caixa. Todas estas mais de 29 mil pessoas têm direito a receber o auxílio financeiro emergencial, segundo a análise da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev), porém, em todas as parcelas é feita uma nova análise. “No mês de maio foram repassados R$ 6.105.000 em auxílio emergencial para famílias vulneráveis da nossa cidade, segundo o Ministério da Cidadania”, pontua a coordenadora da Central de Cadastro Único, Any Pellizzaro Pereira. A Central é gerida por servidores públicos municipais na Secretaria da Assistência Social e Habitação, desta maneira então, pela prefeitura.

Daniele Mendes de Melo - Site Prefeitura