\'Ser idosa não significa que esteja pronta para morrer\'

No grupo de risco e maioria entre as vítimas fatais do coronavírus, pessoas acima de 60 anos reclamam de descaso com a doença e desrespeito com idosos.

Uma pesquisa da Fio Cruz aponta que mais de 50% dos idosos brasileiros estão trabalhando mesmo em meio à pandemia e que eles são fundamentais no sustento de muitas famílias.

 

\"\"

 

Mesmo os que não têm mais um emprego formal, também são ativos.

 

\"Antigamente as pessoas envelheciam muito cedo, hoje é mais tarde . Não dá tempo de pensar muito na velhice \", relatou uma idosa de 71 anos.

 

 

O marido dela ressaltou a importância da solidariedade durante a pandemia e atribuiu o alto número de casos e mortes por Covid-19 à \"falta de consciência e consideração\".

 

Alguns idosos deixam, inclusive, de ver suas redes sociais com mais frequência para evitar postagens que menosprezam as mortes de idosos durante a pandemia. \"Essas brincadeiras que fazem na internet nem assisto, acho de mal gosto\", disse V. L. P. B, de 71 anos. \"A gente se sente isolada da realidade com essa falta de respeito\", afirmou Maria, de 75 anos.

 

 

 \"\"

 

Fonte G1