Carreata realizada no último dia 4 de agosto, em protesto ao policial militar que invadiu um apartamento e agrediu uma jovem, em Lages, resultou em mais de 160 multas, no valor de R$ 2.934,68 cada uma aos manifestantes.

Entenda o caso

Depois de um vídeo mostrando as agressões viralizar na internet, uma carreata saiu de frente do campus do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV/Udesc), no Bairro Conta Dinheiro, e seguiu até o 6º Batalhão de Polícia Militar, no Bairro São Cristóvão. A reivindicação era por uma atuação da corporação, contra os atos do policial, que estava de folga.

Participantes da manifestação relataram que durante o percurso era possível observar policiais militares anotando as placas dos veículos e, nesta semana, começaram a receber as notificações.

Nota PM

A Polícia Militar emitiu nota à imprensa, dizendo que “tomamos as medidas legais para apuração do caso e, inclusive divulgamos amplamente esta posição.

Os Infratores estão se reunindo para entrar com recurso em conjunto.

Notiserra SC