IFSC abre inscrições para mestrado profissional e especializações todos os cursos têm previsão para início em fevereiro de 2021.

 

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) está com inscrições abertas para três cursos de especialização a distância e um mestrado profissional presencial. O processo seletivo será feito todo de forma on-line e as aulas estão previstas para iniciarem em fevereiro de 2021.

 

Cursos de especialização a distância

 

As inscrições estão abertas até 19 de outubro para três cursos: Docência para a Educação Profissional (300 vagas), Tecnologias para a Educação Profissional (300 vagas) e Gestão Pública na Educação Profissional e Tecnológica (250 vagas).

Nos três casos, os cursos têm oferta na modalidade a distância, mas contemplam avaliações obrigatórias que devem ser feitas presencialmente nos câmpus ou núcleos de educação a distância a cada dois meses. Cada curso também prevê atividades on-line síncronas realizadas semanalmente.

 

Os interessados deverão fazer a inscrição on-line, pelo sistema de inscrições. A seleção será feita por sorteio público, em 21 de outubro, e a matrícula dos selecionados será por formulário eletrônico (link disponível no Edital 01/2021/1).

 

Veja abaixo mais detalhes sobre cada curso.

 

Docência para a Educação Profissional 
Carga horária: 690 horas (quatro semestres + TCC)
Público estratégico: Professores da educação profissional e demais graduados que tenham interesse em atuar na área. 
Pré-requisitos: diploma de graduação reconhecido pelo MEC
Câmpus de oferta: Araranguá, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Florianópolis, Gaspar, Jaraguá do Sul-Rau, Lages, São Carlos, São Miguel do Oeste e Tubarão

 

Tecnologias para a Educação Profissional 
Carga horária: 520 horas (dois semestres + TCC)
Público estratégico: Profissionais graduados em qualquer área de atuação que tenham interesse em potencializar o uso das tecnologias em âmbito educacional, seja presencial ou a distância. Pré-requisitos: diploma de graduação reconhecido pelo MEC.

Câmpus de oferta: Araranguá, Canoinhas, Chapecó, Criciúma (avaliações presenciais realizadas no polo da Universidade Aberta do Brasil/UAB em Urussanga), Garopaba, Gaspar, Itajaí, São Carlos, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Tubarão e Urupema

 

Gestão Pública na Educação Profissional e Tecnológica:

Carga horária: 420 horas (dois semestres)
Público estratégico: Servidores da Rede Federal de EPT e de instituições de educação profissional, servidores públicos em geral ou profissionais que visam desenvolver pesquisas ou projetos que envolvam a gestão administrativa em educação profissional e tecnológica. Nesse curso, 50% das vagas irão para servidores públicos federais, 30% para candidatos servidores públicos estaduais e municipais.

 

O restante será para ampla concorrência.
Câmpus de oferta: Araranguá, Caçador, Criciúma (avaliações presenciais realizadas no polo da Universidade Aberta do Brasil/UAB em Urussanga), Florianópolis-Continente, Itajaí, Lages, São Carlos, São Lourenço do Oeste, Tubarão e Xanxerê.

 

Mais informações sobre o processo seletivo e as especificidades de cada curso estão disponíveis no Edital 01/2021/1.

 

Mestrado Profissional em Clima e Ambiente

 

Graduados em cursos reconhecidos pelo MEC, preferencialmente em áreas relacionadas a geociências e correlatas, podem se inscrever no processo seletivo para o mestrado profissional em Clima e Ambiente. O curso tem atividades presenciais nos câmpus Florianópolis e Itajaí.

 

A primeira etapa das inscrições deve ser feita por meio do sistema até 27 de outubro. Na segunda etapa, os candidatos devem enviar, por e-mail, toda a documentação exigida pelo Edital 02/2021/1 até 28 de outubro. Entre os documentos obrigatórios, consta pré-projeto de pesquisa a ser elaborado conforme as orientações também descritas no edital.

O mestrado profissional em Clima e Ambiente tem o objetivo de formar profissionais qualificados para compreender os processos climáticos e interpretar as múltiplas relações entre o clima, os ecossistemas costeiros e seus recursos naturais, sejam bióticos ou abióticos. 

 

No total, o curso terá 15 vagas, distribuídas em quatro linhas de pesquisa: variabilidade climática e impactos ambientais (4 vagas), gestão ambiental: estudos e análises (3 vagas), sistemas costeiros e recursos naturais (4 vagas) e desenvolvimento tecnológico e instrumentação (4 vagas). Serão reservadas, do total, duas vagas para pretos, pardos ou indígenas e uma para pessoas com deficiência.

 

O processo seletivo será por meio de análise documental e por arguição oral, feita on-line, e escrita. A bibliografia de referência para as questões da arguição escrita está disponível no edital.

 

Mais detalhes do processo seletivo estão disponíveis no Edital 02/2021/1.